Crise com Lukaku e 10 pontos atrás do City: Chelsea vive instabilidade a um mês do Mundial

Romelu Lukaku Thomas Tuchel Chelsea 2021-22 GFXGetty/GOAL

A piada realizada pelos rivais de que o "Palmeiras não tem mundial" pode chegar ao fim neste 2022, com talvez a melhor oportunidade do Verdão de vencer seu primeiro Mundial de Clubes da Fifa. Isso porque o Chelsea, representante europeu do torneio, não vive uma fase boa e gera dúvidas para seu futuro nas competições em que atua neste ano.

Último campeão da Champions League, o Blues passa por complicações nos torneios em que era dito como um dos grandes favoritos. Na própria Liga dos Campeões, acabou em segundo colocado do Grupo H, atrás de Juventus por dois pontos, além de correr pelas beiradas em busca da Premier League, sofrendo para manter uma boa sequência e ficando cada vez mais distante do Manchester City, líder disparado da competição.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

No último jogo pela Liga Inglesa, o Chelsea enfrentou o rival de tabela Liverpool num grande jogo, que terminou empatado em 2 a 2 com belas atuações dos dois elencos. Os Reds abriram com gols de Mané e Salah, e Kovacic, com um golaço, e Pulisic empataram o confronto, este que até o final teve fortes emoções e boas chances para os dois lados. Talvez, um duelo que possa demonstrar uma recuperação do Blues de Londres na Liga Inglesa.

Porém, o extracampo também está envolto de dificuldades, com o grandalhão Lukaku, de 28 anos, revelando em entrevista polêmica à Sky Sports Italia o que pensa em relação ao trabalho do técnico Thomas Tuchel, o que o tirou da titularidade para o duelo contra o Liverpool: "Mas não estou feliz com minha situação no Chelsea. Tuchel escolheu jogar em outro sistema. Não estou feliz com a situação que vivo, mas não posso desistir assim." Além disso, o jogador reforça paixão pela Inter, seu ex-clube, e o desejo de em algum momento retornar a Milão: "Sei que vou voltar à Inter, realmente espero isso."

Pelo Mundial, a última aparição do clube inglês marcou uma derrota para um time brasileiro, o Corinthians, em 2012. Dez anos depois, curiosamente, o rival alviverde do Timão pode enfrentar o Blues caso passe pela semifinal, colocando a disputa Brasil x Inglaterra mais uma vez para o lado verde e amarelo, o que dificultaria a vida do treinador Tuchel mesmo que a competição não seja tão visada pela Europa.

O próximo jogo do Blues será nesta quarta (05) pela semifinal da Copa da Liga Inglesa, contra o Tottenham, em clássico londrino que pode acalmar ou irritar ainda mais os ânimos dos torcedores e jogadores do Chelsea.