Sampaoli é acusado de abuso sexual; polícia diz não ter recebido denúncia

Comentários()
Amilcar Orfali/Getty Images
Imprensa argentina noticiou que uma cozinheira da AFA estaria denunciando o treinador da seleção argentina

Uma grave acusação tem agitado a imprensa argentina às vésperas da Copa do Mundo. . O jornalista Gabriel Anello, da rádio Mitre, que já havia chamado a atenção por ter sido o pivô da ruptura dos jogadores com os jornalistas em 2016, quando disse que Lavezzi foi cortado do jogo contra a Colômbia pelas Eliminatórias para a Copa por ter fumado maconha na concentração, agora trouxe a notícia de que o técnico Jorge Sampaoli foi acusado de abuso sexual por uma cozinheira da sede da Federação Argentina de Futebol (AFA).

Segundo o jornalista, que "na AFA eles estão tentando por todos os meios que esta mulher não se reporte" e ainda reitera que a informação foi confirmada por várias pessoas com quem conversou.

De acordo com o jornal Clarín, pessoas próximas ao treinador classificaram a acusação como loucura e disseram que Sampaoli não descarta processar Anello.

Jorge Sampaoli
(Foto: Getty Images)

Após a grande repercussão do caso, a polícia negou em comunicado oficial que tenha recebido qualquer denúncia sobre o assunto.

“Tomamos conhecimento das notícias nas redes sociais sobre denúncia de abuso sexual contra o técnico Jorge Sampaoli ocorrido no prédio da AFA de Ezeiza (Argentina) em que a vítima é uma funcionária. No momento não existe denúncias a respeito do tema”, diz o comunicado.

Fechar