Roma brinca com imbróglio Malcom e avisa o Barcelona: "só aceitaremos desculpas se nos derem Messi"

Comentários()
Getty
Presidente dos italianos faz piada com situação envolvendo a transferência do brasileiro, e afirma não ter cortado relações com os Blaugranás

A Roma está chateada com o Barcelona, pela forma como os espanhóis deram um 'chapéu' no clube para fecharem com o brasileiro Malcom. Mas o fato parece não ter abalado mais profundamente o relacionamento entre as entidades, e tampouco deixado a Roma arrasada com a situação.

Um acordo entre italianos e o Bordeaux pela transferência do ex-jogador do Corinthians foi publicamente anunciado pelas duas partes. No último instante, porém, o Barça entrou forte e acabou levando a melhor no negócio, o que levou a uma série de questionamentos e críticas sobre a atitude dos franceses em toda a negociação.

Por outro lado, o presidente dos Giallorossi, James Palotta, deixou claro que não aceitou as desculpas dos catalães pela situação criada, mas também brincou com todo o ocorrido e afirma não ter cortado relações com o Barça.

Malcom Barcelona 2018(Foto: LLUIS GENE/AFP/Getty)

"O Barcelona interveio de maneira antiética", explicou Palotta, em entrevista à rádio Sirius XM. "Pela manhã (da terça-feira), Monchi fez uma videoconferência com o agente de Malcom, e um acordo foi feito. Recebemos um aconselhamento legal, e parece que o Bordeaux será chamado para depor. Ontem (quarta) o Barcelona pediu desculpas, mas eu não aceitei."

"A única maneira de aceitar (as desculpas) é se eles decidirem nos dar o (Lionel) Messi. Mas não cortamos relações com o Barcelona, eles são maiores do que nós e faremos acordos no futuro", concluiu.

Apresentado oficialmente na Espanha, Malcom já viajou novamente para os Estados Unidos, onde os novos companheiros de equipe se preparam para a estreia na International Champions Cup 2018, diante do Tottenham.

Fechar