Quando a Premier League vai voltar? Manchester City x Arsenal é confirmado para retorno

Última atualização

A Premier League finalmente já tem data para retornar. Conforme divulgado pelo Telegraph e confirmado pela Goal , no dia 17 de junho, dois jogos atrasados da 28ª rodada marcarão o retorno do futebol na Inglaterra. 

A primeira partida será o duelo entre Aston Villa e Sheffield United, às 14h (horário de Brasília), seguida pelo clássico entre Manchester City e Arsenal, às 16h15. Uma rodada completa será disputada entre os dias 19 e 22 de junho. A Premier League espera que a campanha 2019/20 seja encerrada em 2 de agosto, com a final da FA Cup marcada para o fim de semana de 8 a 9 de agosto.

As datas e horários das três primeiras rodadas da Premier League foram confimados pela liga, com pelo menos um jogo em quase todos os dias até 2 de julho. Confira as partidas já confirmadas pela Premier League (horários ajustados pelo horário de Brasília).

Quarta-feira, 17 de junho
14:00 Aston Villa v Sheff Utd
16:15 Man City v Arsenal

Sexta-feira, 19 de junho
14:00 Norwich City v Southampton
16:15 Spurs v Man Utd

Sábado, 20 de junho
08:30 Watford v Leicester City
11:00 Brighton v Arsenal
13:30 West Ham v Wolves
15:45 AFC Bournemouth v Crystal Palace

Domingo, 21 de junho
10:00 Newcastle United v Sheff Utd
12:15 Aston Villa v Chelsea
15:00 Everton v Liverpool*
*Estádio à confirmar

Segunda-feira, 22 de junho
16:00 Man City v Burnley

Terça-feira, 23 de junho
14:00 Leicester City v Brighton
16:15 Spurs v West Ham

Quarta-feira, 24 de junho
14:00 Man Utd v Sheff Utd
14:00 Newcastle United v Aston Villa
14:00 Norwich City v Everton
14:00 Wolves v AFC Bournemouth
16:15 Liverpool v Crystal Palace

Quinta-feira, 25 de junho
14:00 Burnley v Watford
14:00 Southampton v Arsenal 
16:15 Chelsea v Man City

Sábado, 27 de junho
08:30 Aston Villa v Wolves

Domingo, 28 de junho
12:30 Watford v Southampton

Segunda-feira, 29 de junho
16:00 Crystal Palace v Burnley

Terça-feira, 30 de junho
16:15 Brighton v Man Utd

Quarta-feira, 1 de junho
14:00 Arsenal v Norwich City
14:00 AFC Bournemouth v Newcastle United
14:00 Everton v Leicester City
16:15 West Ham v Chelsea

Quinta-feira, 2 de junho
14:00 Sheff Utd v Spurs
16:15 Man City v Liverpool*
*Estádio à confirmar

Como era de se esperar, alguns jogos do Liverpool ainda não tiveram os estádios confirmados . Porém, os dois jogos, contra Everton e Manchester City, serão disputados com mando dos adversários, e não dos próprios Reds.

A decisão do retorno da Premier League veio após nova reunião dos clubes, no dia 28 de maio, para discutir as medidas do "Project Restart", o protocolo elaborado para que a competição possa retornar.

No projeto, a volta aos treinamentos vem sendo feita de forma gradual e divididas em fases. A primeira não permitia nem mesmo o contato físico entre jogadores, que tiveram de seguir protocolos rigorosos pelos clubes para "criar o ambiente de treino mais seguro possível".

A fase dois já conta com um avanço significativo, pois permite o contato físico, ainda que limitado, entre os atletas. Em 27 de maio, os clubes e seus acionistas se reuniram e aprovaram por unanimidade a etapa. Os rígidos protocolos de saúde e segurança permanecerão nos locais de treinamento, com todos os jogadores e funcionários sendo testados para o novo coronavírus duas vezes por semana. O governo inglês já havia aprovado a medida em comunicado.

"A prioridade da Premier League é a saúde e o bem-estar de todos os participantes. Existem protocolos médicos rigorosos para garantir que o campo de treinamento seja o ambiente mais seguro possível e que jogadores e funcionários continuarão sendo testados para a Covid-19 duas vezes por semana", diz o comunicado divulgado pela liga.

O governo britânico publicou um documento de 50 páginas que serve como guia para sair do bloqueio imposto pelo novo coronavírus em etapas, com medidas de distanciamento social que permanecerão em vigor à medida que as atividades sejam retomadas no país.

Antes do retorno, no entanto, ainda há uma terceira fase no Project Restart: os treinos voltam ao normal, sem qualquer empecilho ao contato físico. A tendência é que isto só aconteça uma semana antes da data do recomeço.

Nos últmos testes para coronavírus relizados pela liga, apenas um caso de Covid-19 foi confirmado em mais de mil testes. É um funcionário do Tottenham, porém não foi divulgado o nome nem a função que esta pessoa exerce no clube londrino.

"Alguns locais que são lotados e onde pode ser difícil estabelecer um distanciamento, talvez ainda não seja possível reabrir com segurança nesse momento, ou talvez seja possível abrir com segurança apenas em parte”.

"A fim de facilitar a reabertura mais rápida possível desses tipos de empresas e locais públicos de maior risco, o governo fará uma fase cuidadosa e cuidará da reabertura para testar sua capacidade de adotar as novas diretrizes de segurança para a Covid-19”.

Para garantir a segurança dos jogadores e dos envolvidos nas partidas, é possível que algumas mudanças de comportamento e higiene também sejam feitas, como proibir comemorações em grupo ou trocas de camisa . Alguns jogadores já haviam se manifestado contra o retorno do Campeonato Inglês .

Assim como em muitos países , a volta da Premier League deve ter o mínimo de staff possível nas partidas, incluindo pessoas ligadas aos clubes e até jornalistas. A EFL (segunda divisão inglesa), também quer realizar testes para confirmação da Covid-19 antes da retomada dos jogos.

Diversos campeonatos, principalmente na Europa, estão focando na volta das partidas em breve . Pensando no retorno do futebol, a Fifa também alterou, momentaneamente, a regra de substituição, permitindo até cinco por partida .

Mais artigos abaixo