Notícias Placares ao vivo
São Paulo

Problemas com lesão voltam a assombrar São Paulo após euforia por grandes reforços

16:46 BRT 06/09/2019
Pato Goiás São Paulo Brasileirão 01052019
Na disputa pelo título do Brasileirão, Tricolor sofre com desfalques e põe dúvida sobre elenco mesmo com a badalada chegada de Dani Alves

O São Paulo vive dias bem diferentes comparados há exatamente um mês, quando Daniel Alves foi oficialmente apresentado com grande festa no Morumbi. Sem vencer no Campeonato Brasileiro nas últimas duas rodadas, quando também não marcou gols, o técnico Cuca sofre para escalar sua equipe por conta das ausências de jogadores no departamento médico.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste grátis o serviço por um mês!

O problema não é de agora, mas acabou sendo deixado de lado graças à euforia das chegadas de Daniel e Juanfran, mascarando um dos principais problemas do clube nesta temporada. No primeiro dia de agosto, o São Paulo anunciava uma das maiores contratações de sua história, apostando no melhor jogador da última Copa América, pelo Brasil, para voltar a sonhar grande.


(Foto: Getty Images)

Em campo, o time tricolor, que vinha de três vitórias consecutivas, emplacou outras três após o anúncio de Daniel, e se colocou de vez no pelotão de cima da classificação do Brasileirão Série A. O torcedor, enfim, tinha pelo que comemorar depois da derrota na final do Campeonato Paulista e as eliminações precoces na Copa do Brasil (para o Bahia, nas oitavas) e Copa Libertadores, quando caiu diante do Talleres ainda nas fases preliminares.

Dias depois de Dani, uma nova surpresa: o clube anunciava a chegada do experiente Juanfran, ex-Atlético de Madrid, e dava ainda uma opção de qualidade para o técnico Cuca. Carente de bons resultados, a torcida tinha motivos pontuais para esquecer momentaneamente as ausências e lesões do elenco.


(Foto: Getty Images)

Ainda que tenha vencido seis partidas e conquistado posições mais acima na tabela, o São Paulo esbarrou em desfalques ao longo do caminho, como os de Hernanes, Pablo, Toró e Alexandre Pato. Sem referências no setor ofensivo, em especial de um centroavante, pouco os badalados reforços puderam fazer nos últimos jogos, contra Vasco e Grêmio.

Pela 16° rodada do Brasileirão, a falta de opções para escalar o elenco ficou evidente durante a derrota para o Vasco, em São Januário, por 2 a 0: sem uma diretriz no ataque o São Paulo finalizou apenas três vezes ao gol vascaíno, um problema já recorrente neste Brasileirão: segundo dados do Opta, o São Paulo acerta em média 6,1 finalizações a gol por jogo em casa contra apenas 2,7 disparos certeiros em média, quando atua como visitante.

Contra o Grêmio, no final de semana seguinte, o time escalado por Cuca conseguiu apenas um empate sem gols diante da equipe mista colocada em campo pelos gaúchos, e sofreu por conta da ausência de um centroavante. Ao apito final, o empate no Morumbi resultou em vaias, decretando que a euforia após Daniel havia acabado.

A volta dos antigos problemas ao ataque do São Paulo chegam justamente no momento em que o time briga pela liderança na Série A, pensando em virar o primeiro turno com chances de título mais positivas - atualmente elas são de 7,5% segundo os cálculos especializados da UFMG.

Mas a diretoria não estaria ciente a respeito da falta de opções no elenco durante a temporada?

Na briga pelo título de um campeonato disputado em pontos corridos, muito mais do que séries de vitórias a condição física e numérica de um elenco vai além dos três pontos. Aliás, são 38 rodadas, o treinador, no caso Cuca, precisa de opções ao longo do ano para suprir ausências como as de Pato, Hernandes e Pablo.

No entanto, o São Paulo já não tem mais o que fazer, uma vez que não pode mais realizar contratações devido o fechamento da janela de transferência e apostou em duas negociações de peso (tanto de status como econômica) e não na montagem de um elenco com mais opções. Diante do Internacional neste sábado (07), às 19h (Brasília), além de não poder contar com Daniel Alves e Antony convocados para os amistosos da seleção principal e olímpica, Cuca terá sete desfalques: Pato, Pablo, Hernanes, Toró, Rojas, Walce e Igor Gomes

Com isso, a aposta será nas categorias de base do São Paulo. O treinador relacionou três atletas da base para o duelo contra o Inter: Gabriel Sara, Fabinho e Diego Costa. Os jogadores viajaram com o elenco para Porto Alegre e vão ser as alternativas de Cuca para o embate.