Os racistas não vão expulsar Koulibaly da Itália, afirma Ancelotti

Comentários()
Getty Images
Manchester United tem interesse na contratação do defensor, que sofreu abusos de torcedores da Inter de Milão no último mês

Diante do declarado interesse do Manchester United, o técnico do Napoli, Carlo Ancelotti, negou a possibilidade de uma possível saída de Kalidou Koulibaly da Itália por conta de abusos racistas sofridos no duelo contra a Inter de Milão no último mês.

O defensor senegalês, nascido na França, já disputou 141 jogos desde que chegou ao Napoli em 2014 após se destacar pelo Genk. 

“Na Inglaterra, escrevem que Koulibaly pode sair por causa do problema do racismo, eu não penso assim. Koulibaly está feliz em Nápoles, ele está chateado como os outros, mas não será um gatilho para um adeus", afirmou.

Kalidou Koulibaly Napoli 2018-19
(Foto: Getty Images)

“Ele nunca mostrou isso, ele quer ficar em Nápoles e na Itália, um país que ele gosta muito", completou.

Na ocasião, após ter sido expuso e o Napoli derrotado por 1 a 0, Koulibaly lamentou o revés, mas ressaltou: "Tenho orgulho da minha cor de pele. Ser um homem francês, senegalês e napolitano".

Fechar