Mattos quer treinador 'medalhão' para ser blindado no Palmeiras

Comentários()
Kazuhiro Nogi/AFP
Livre no mercado desde o fim de 2017, Felipão é o favorito para assumir o posto deixado por Roger Machado

Cada vez mais pressionado dentro e fora do Palmeiras, Alexandre Mattos está decidido a contratar um treinador mais experiente para substitur o recém-demitido Roger Manchado. O diretor de futebol do Verdão, segundo apurou o Blog Ora Bolas, vê a chegada de um "medalhão" como estratégia ideal para passar a ser mais blindado e também ver o foco de eventuais críticas dividido.

Dentro do perfil traçado pelo dirigente, com aval do presidente Maurício Galiotte, Luiz Felipe Scolari é o nome que mais interessa. Abel Braga, que também é visto com bons olhos no clube, está praticamente descartado, visto que não tem interesse em assumir um projeto no meio de uma temporada - mesmo argumento usado no começo da semana para rejeitar uma investida do Santos.

Livre no mercado desde o fim de 2017, quando encerrou uma passagem de três temporadas no comando do Guangzhou Evergrande, da China, Felipão há dias sabe que é muito bem cotado para voltar ao Palmeiras, tendo, aliás, sido procurado no início da noite desta quinta-feira por um representante alviverde. Ele, vale lembrar, atualmente trabalha em conjunto com o empresário Jorge Machado.

Nos últimos meses, o comandante gaúcho recebeu diversos convites para voltar ao batente. Foi sondado por dois clubes do futebol mexicano, rejeitou uma oferta do Sporting, de Portugal, e mais recentemente revelou, através da própria assessoria de imprensa, que tem conversas em andamento com as federações do Egito e Coreia do Sul.  

Aos 69 anos, Luiz Felipe Scolari tem uma história de sucesso no Verdão, onde trabalhou em duas oportunidades (1997 a 2000 e 2010 a 2012). Ao todo, são cinco títulos de expressão: Copa do Brasil (1998 e 2012), Copa Mercosul (1998), Copa Libertadores (1999) e Rio-São Paulo (2000).

*Atualizado às 19h10
 

Fechar