Ligue 1 2019/20 é encerrada; primeiro-ministro francês 'veta' esportes até setembro

Última atualização

A Ligue 1 foi dada como encerrada. Diante da pandemia do novo coronavírus, o primeiro ministro do país, Edouard Philippe, afirmou na Assembleia Nacional da França nesta terça-feira que o principal torneio de futebol do país não poderá ser retomado antes de setembro. A federação francesa e a Liga de Futebol Francesa (LFP) ainda não se manifestaram oficialmente.

Especulava-se a volta do futebol na França nas próximas semanas. A associação de médicos de clubes de futebol profissional enviou um documento de 25 páginas aos clubes da Ligue 1 e Ligue 2, visando uma possível retomada dos campeonatos nacionais, assim como está sendo discutido na Inglaterra.

A decisão de encerramento do torneio veio por parte do governo. Em seu discurso, Philippe anunciou que não será possível a realização de eventos esportivos nem com portões fechados antes de setembro. A França ainda está em isolamento social, mas o primeiro-ministro anunciou que há um plano de desconfinamento para o dia 11 de maio.

Desta forma, os campeonatos franceses da primeira e segunda divisão serão retomados diretamente na próxima temporada. Não há decisão sobre campeão e nem rebaixados até o momento.

O PSG liderava a Ligue 1 com 68 pontos, 12 a mais do que o segundo colocado Olympique de Marselha. O clube de Paris ainda tem um jogo a menos (27 contra 28). Em terceiro está o Rennes, com 50; esses três seriam os times classificados para a Liga dos Campeões caso a FFF seguisse a recomendação da Uefa.

A entidade europeia pediu que, caso não fosse possível terminar os campeonatos nacionais, as federações levassem em conta o âmbito esportivo da temporada.

O futebol francês recebeu uma boa notícia ontem. Junior Sambia, volante do Montpellier, saiu do coma induzido em tratamento do Covid-19. Ele continua internado em um hospital de Lyon.

A França já registrou mais de 166 mil casos de Covid-19, com 23 mil mortes decorrentes da doença causada pelo novo coronavírus.