Notícias Placares ao vivo
Flamengo

Ironia que não perdoa: foi com os pés que Muralha cavou a sua sepultura no Flamengo

11:41 BRST 27/11/2017
Alex Muralha San Lorenzo Flamengo Libertadores 17052017
Opção para o lesionado Diego Alves, Alex Muralha havia perdido de vez o seu lugar após falhar com os pés em derrota para o Sport. E agora, piorou

Acabou de vez a paciência do torcedor rubro-negro com o goleiro Alex Muralha. A derrota de virada por 2 a 1 frente ao Santos, domingo (26), não teria acontecido não fossem as falhas do jogador de 28 anos.

Muralha, que entrou no lugar do contundido Diego Alves durante a heroica vitória por 2 a 1 sobre o Júnior de Barranquilla, na ida da semifinal da Copa Sul-Americana, voltou a conviver na linha tênue entre a felicidade pela oportunidade de ser titular, e o pânico pela absoluta falta de confiança – sua, como goleiro, e da torcida em seu desempenho.

Falhou com os pés, ao permitir que Ricardo Oliveira lhe roubasse a bola e tocasse para Bruno Henrique empatar, e com as mãos, ao cair atrasado e não defender a finalização de Arthur Gomes. O primeiro erro, no entanto, foi o mais grave. Imperdoável pelo senso de irresponsabilidade.

Muralha só havia sido diretamente tão responsável por uma derrota no Brasileirão  na quinta rodada, quando, novamente em falha com a bola nos pés, Alex entregou a bola para o adversário. Osvaldo arrematou a gol na sequência para fazer o primeiro gol dos 2 a 0.

(Foto: JUAN MABROMATA/AFP/Getty Images)

Exatamente após aquele confronto, o arqueiro rubro-negro perdeu de vez a sua já questionada titularidade: ficou no banco nos 13 jogos seguintes – considerando todas as competições disputadas – e só voltou justamente contra o Santos, em vitória obtida pelas quartas de final da Copa do Brasil.

A dúvida no Flamengo, que não poderá contar com o titularíssimo Diego Alves [com lesão na clavícula] nos próximos jogos decisivos, está entre manter Alex Muralha ou apostar no jovem César, que não joga profissionalmente há dois anos. Isso porque Tiago também convive com problema físico.

A imprensa colombiana, através do jornal El Heraldo, noticiou as falhas de Muralha. Nesta quinta-feira (30), Flamengo e o Junior de Barranquilla decidem uma vaga na grande decisão da Sul-Americana. Muralha está longe de ter a sua escalação garantida, mas se estiver no ‘onze inicial’ trará mais confiança ainda para a equipe adversária.

Gota d'água de Muralha vieram após falhas com os pés (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

No Brasileirão 2017, Alex Muralha recebeu poucas oportunidades exatamente pela desconfiança que gerou. Foram apenas sete partidas e um número infeliz: dentre os arqueiros que disputaram um máximo de sete jogos no certame nacional, o camisa 38 do Flamengo tem a segunda pior média de defesas [66.67%] e foi o segundo mais testado [com 18 finalizações em sua direção]. Sofreu seis gols – menos apenas em relação a Léo, do Grêmio, que levou sete. Não conseguiu provar a sua competência.

Mas não deixa de ser irônico que tenha sido com os pés, e não tanto com as mãos, que o goleiro que chegou à Seleção Brasileira, justamente defendendo o Flamengo, tenha praticamente encerrado o seu ciclo no clube. Sem confiança, não há goleiro que consiga ajudar a sua equipe.