Auxiliar da Seleção Brasileira, Sylvinho vive expectativa de reencontrar o Arsenal

Comentários()
Mike Hewitt /Allsport
Membro da comissão técnica, ex-jogador do clube revelou que voltar aos domínios do ex-clube o fará recordar momento especial

Para o ex-jogador do Arsenal, Sylvinho, a ida do Brasil ao Emirates Stadium para enfrentar o Uruguai pela rodada dupla do Brasil Global Tour de novembro, trará de volta ótimas lembranças do seu tempo no clube.

Ele é agora auxiliar técnico da Seleção de Tite, que está se preparando para os dois últimos confrontos do ano, de olho na preparação para a Copa América, que acontece em junho de 2019, no Brasil.

Sylvinho não esconde a alegria de retornar ao local onde recordará um período "especial" em sua vida.

"Em 1999, fui o primeiro atleta brasileiro contratado pelo Arsenal", recordou.

"Quando cheguei lá, ficou muito claro para mim que era um grande desafio e uma grande responsabilidade trazer comigo todo o meu conhecimento profissional anterior, como meus quatro anos no Corinthians, e ser capaz de quebrar algumas barreiras e jogar num clube tão importante quanto o Arsenal. Eu estava feliz e foi um período muito especial de dois anos da minha vida", completou.

Sylvinho Arsenal

"Agora, minhas viagens pelos estádio são como um membro da equipe, da comissão, o que é um pouco diferente. Mas também será ótimo poder voltar a um estádio, mesmo que seja o Highbury, será muito interessante".

Mais artigos abaixo

"Eu gostaria de deixaxr um convite para todos que vieram asssistir ao Brasil contra o Uruguai, no estádio do Emirates. Você realmente vai jogar, será um grande jogo, não tenho dúvidas".

A Seleção Brasileira enfrenta o Uruguai pelo Brasil Global Tour no dia 16 de novembro, no Emirantes. Para conferir os ingressos é só acessar em www.arsenal.com/brauru2018

Próximo artigo:
Modric afasta saída do Real Madrid: "tenho mais um ano e meio de contrato"
Próximo artigo:
Sem perder o humor: Guingamp zoa após ser humilhado pelo PSG
Próximo artigo:
Sergio Ramos analisa vitória do Real: "Quando queremos, damos o nosso melhor"
Próximo artigo:
Arsenal 2 x 0 Chelsea: Em casa, Gunners levam a melhor
Próximo artigo:
De virada, Firmino exalta vitória do Liverpool: "jogo emocionante"
Fechar