Wenger avisa que não vai desistir e promete virada do Arsenal

Última atualização
Getty Images

Após mais uma derrota do Arsenal, desta vez para o Brighton por 2 a1 neste domingo (4), Àrsene Wenger se mostra confiante com a recuperação de sua equipe e nega que irá abandonar o clube após 22 anos. 

"Não é fácil, mas tenho experiência suficiente e desejo suficiente de mudar as coisas e devo dizer que, no momento, quando você precisa permanecer no jogo, estamos cometendo alguns erros nos momentos errados", disse.

"Temos que ficar juntos e focar. Não temos outra solução. Vou tentar dar o meu melhor enquanto estiver aqui, e tudo para recuperar o time de mais confiança. Eu não quero falar sobre o meu futuro. Sou maduro o suficiente para saber o que está acontecendo e eu tenho tempo suficiente no trabalho também para saber o que é mais importante", completou.

Com a derrota, o Arsenal segue distante da zona de classificação para a Champions League, em sexto lugar, com 45 pontos. Treze a menos que o quarto colocado (o Tottenham, que tem 58).