Um gênio de 200 jogos. Coutinho pode deixar Liverpool em 2018

Comentários()
Brasileiro alcançou o 200º jogo com as cores dos Reds. Apesar do brilho, ele pode deixar o clube para defender o Barcelona ou o Paris Saint-Germain

Em dezembro de 2012, o mecanismo de recrutar jogadores especiais já estava a todo vapor no Anfield.

Seu talento era inquestionável, mas havia um asterisco se ele poderia mostrar tudo o que sabe em campo. Por apenas 8,5 milhões de libras, no entanto, o Liverpool não conseguiria saber se ele realmente tinha este valor.

Cinco anos mais tarde e Philippe Coutinho, que fechou com o clube no inverno de 2013, é um dos nomes mais geniais da Premier League. Um atleta que é capaz de atuar no mesmo nível de Kevin De Bruyne ou de ser um artista como Eden Hazard.

Diante do Swansea City, no Boxing Day, ele alcançou a 200ª aparição em todas as competições pelo Liverpool. O atleta da Seleção Brasileira foi o grande nome que tirou o time do inferno para levar aos céus.

Coutinho Inter
(Foto: Getty Images)

Seis minutos após o início do jogo ocorrido nessa terça-feira (26), Leon Britton, técnico do time rival, gesticulava como um louco em sua área técnica. O pedido? Apertar a marcação em Philippe Coutinho.

Jordan Ayew cedeu a posse de bola facilmente para Roberto Firmino. O brasileiro acionou Mohamed Salah, que encontrou o dono da camisa 10 em um passe muito rápido.

Enquanto era cercado por Federico Fernández, Roque Mesa e Kyle Naughton, Coutinho bateu colocado no canto esquerdo de Fabianski.

Foi o sétimo gol de Coutinho em dezembro de 2017. É o seu maior número de gols desde que trocou o San Siro pelo Anfield. E o 19º na Premier League, um a mais que Robbie Fowler. Apenasr Steven Gerrard, autor de 33, fez mais que o atleta pelos Reds.

Ele não se limitou a marcar gols sob os holofotes do estádio de Anfield. Coutinho iniciou a jogada do segundo gol da equipe, marcado por Roberto Firmino.

Coutinho, Andy Robertson, Liverpool
(Foto: Getty Images)

O atleta deu um passe cerebral para o compatriota estufar a rede adversária. Toda a criação de jogada ainda passou por seus pés. Foi dele que nasceu o gol feito por Alexander-Arnold.

O grande momento de Coutinho é impressionante. Esta é a razão pela qual Paris Saint-Germain e Barcelona, dois dos maiores do mundo, sonham com o brasileiro.

O time da Ligue 1 já entrou em contato com o atleta na última janela de transferências e estuda a sua contratação a partir da próxima temporada do futebol europeu. Os catalães apresentaram três ofertas formais e têm desejo de buscar o jogador. O acordo, contudo, só deve ocorrer após a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Substituir Coutinho não será tão fácil quanto recrutá-lo. Um atleta que já disputou duas centenas de jogos pelo clube se torna uma peça de difícil reposição.

Próximo artigo:
PSG é multado em 100 mil euros por desrespeito às regras éticas nas contratações
Próximo artigo:
Barcelona: Messi não é relacionado para enfrentar o Sevilla
Próximo artigo:
Copa América 2019: quando a Seleção Brasileira vai jogar e em quais estádios?
Próximo artigo:
Sorteio da Copa América 2019: onde, quando será e como funciona?
Próximo artigo:
Abidal pressiona De Jong a decidir se vai aceitar a oferta do Barcelona
Fechar