"Serei mais feliz ganhando o Ucraniano com o Shakhtar do que a Champions com o Barça", diz alvo blaugrana

Darijo Srna Shakhtar Donetsk
Getty Images
Lateral-direito croata e lenda do clube, Darijo Srna explica recusa ao Barcelona e renovação com sua equipe

Desde a saída de Daniel Alves, o Barcelona busca um substituto para o brasileiro e um novo dono para a lateral-direita. Sergi Roberto, volante improvisado, tem se saído bem no geral, mas não transmite a segurança do brasuca e alterna altos e baixos. Aleix Vidal, quando começava a se firmar, se lesionou.

Com isso, o Barça passou a buscar um lateral-direito no mercado, e uma das opções preferidas foi o croata Darijo Srna, do Shakhtar Donetsk. O Barcelona é o sonho de qualquer jogador, certo? E na teoria, seria fácil para um dos maiores clubes do mundo contratar o jogador, de 34 anos, já veterano. No entanto, não foi assim.

Lenda do Shakhtar, Srna já conquistou uma Copa da Uefa, oito títulos da Liga da Ucrânia e outros seis da Copa. No clube desde 2003, ele rejeitou o Barcelona e, nesta segunda-feira (1º), quando completa 34 anos, renovou seu contrato com o time por mais uma temporada.

Darijo Srna (Foto: Getty Images)

"Eu falei para o presidente que seria mais feliz conquistando o título da liga nacional com o Shakhtar do que a Champions League com o Barcelona. Ele me respondeu que tudo estava esclarecido, então. Poucas pessoas em sua posição teriam agido como ele. E eu não teria me perdoado se tivesse saído", garantiu o croata, em entrevista ao site oficial do Shakhtar.

"Nós fomos campeões pela última vez em 2014, então essa Premier League (da Ucrânia) é muito importante para nós, e o clube pode assegurar o décimo título. Eu quero ganhá-lo mais do que nunca e presenteá-lo a todos os torcedores do Shakhtar", completou.

"Eu quero terminar minha carreira no Shakhtar. Após 14 anos com eles, você não se considera uma parte do clube, você se torna um membro da família", concluiu o capitão da equipe.

O Shakhtar é o líder do Campeonato Ucraniano com folga. Tem 72 pontos, 14 a mais que o Dynamo Kiev, segundo colocado, restando apenas cinco rodadas para o fim do torneio, e está perto de garantir o título.

Fechar