Real Madrid não realizou sonho de Mbappé

Comentários()
Google
Atacante queria jogar no time merengue e houve acordo para que isso acontecesse, mas detalhes o levaram para o PSG

Desde o começo da temporada, tudo indicava que Kylian Mbappé iria para o Real Madrid. O jogador é fã de Cristiano Ronaldo e do clube, então as negociações andaram bem por um longo período. Mas no final ele foi para o Paris Saint-Germain.

O jornal Mundo Deportivo contou alguns dos fatos que causaram esse final inesperado da história. Inicialmente o Real chegou a um acordo com o Monaco. Os times têm boa relação desde a negociação por James Rodríguez, então foi fácil conseguir o acerto.

O Real ofereceu inicialmente 150 milhões de euros e mais 30 dependendo de prêmios e objetivos. Com as conversas, o valor fixo subiu para 160, com 20 variáveis. 

O problema começou quando o Real precisou entrar em contato com o pai de Kylian, Wilfried, que também é empresário do atacante. Segundo o jornal, ele não teria aprovado o projeto esportivo do Real, por acreditar que o filho jogaria pouco nesta temporada. A permanência de Cristiano Ronaldo, Gareth Bale e Karim Benzema limitariam as chances do jovem, que sonha em disputar a Copa do Mundo de 2018, mas ainda não tem vaga na seleção da França.

Mbappe PSG GFX

O Real acreditava que um dos membros do trio BBC poderia sair. Esperava principalmente um proposta do Manchester United por Bale, mas ela nunca apareceu. Mesmo assim, Florentino Pérez achou que teria tempo para convencer o pai de Mbappé. Entendia que City e PSG já tinham gastado demais na janela de transferências e não iam atrás de mais um jogador. 

Mas o PSG não desistiu e conseguiu convenceu o pai de Mbappé com uma oferta de salários e bônus ainda maiores. O Real não quis entrar em leilão pelo jogador. Então a transferência foi anunciada nesta quinta-feira (31). 


VEJA TAMBÉM:


 

Fechar