Qual o melhor? Gündogan compara Klopp, Tuchel e Guardiola

Comentários()
Getty Images
Excelente meio-campista alemão trabalhou com os três treinadores e atualmente é comandado pelo espanhol

O talentoso e excelente meio-campista alemão Ilkay Gündogan é daqueles jogadores sortudos. Ele teve a sorte de trabalhar com dois excepcionais treinadores e, agora, é comandado simplesmente por Pep Guardiola.

Quando defendia o Borussia Dortmund, o jogador foi treinado por Jürgen Klopp, hoje técnico do Liverpool, que nos tempos de Alemanha vivia uma "rivalidade" justamente com Guardiola, então comandante do Bayern de Munique.

Depois, Gündogan foi comandado por Thomas Tuchel, que apesar de não conquistar resultados excepcionais e enfrentar alguns problemas, teve bons momentos e conquistas no Borussia Dortmund e, certamente, é competente, talentoso e tem ótimas ideias.

Agora, na Inglaterra, o alemão é comandado por Pep Guardiola, seu antigo rival, no Manchester City.

Ilkay Gundogan Pep Guardiola Manchester City Watford

Perguntado sobre qual dos três é o melhor, Gündogan explicou as diferenças de cada treinador. "Foi com Kloppo que tudo começou para mim. Eu não me esqueço de Michael Oennning e Dieter Hecking, mas Kloppo é como um pai para mim e seus discursos são extremamente motivacionais", disse ao Sportbuzzer.

"Existem momentos em que ele te abraça, te encoraja e diz: 'garoto, vai ficar tudo bem, está tudo bem'. Ele trabalha muito bem com seu assistente Zeljko Buvac, que é um pouco mais como um mestre tático", completou.

2018-01-14 ilkay Gundogan jurgen klopp

"Quando se trata de treinos e detalhes de trabalho, Thomas Tuchel talvez seja o melhor técnico que eu já tive. Ele é muito parecido com Pep (Guardiola) e trabalhar com ele é muito engraçado. Eu aprendi muito, extremamente, sobre tática, manter sua posição e como atacar e defender corretamente. Eu tenho um enorme respeito por ele", exaltou.

thomas tuchel borussia dortmund dfb pokal 052817(Fotos: Getty Images)

"Pep, por sua vez, tem o dom de pensar como os jogadores, não importando se você for uma estrela ou estiver no banco. Ele sabe exatamente como um profissional pensa e do que ele precisa em certas situações", concluiu.

Próximo artigo:
Por que Conte - e não Pochettino - é o cara certo para o United?
Próximo artigo:
Futebol na TV: confira a programação de quinta-feira, 17 de janeiro
Próximo artigo:
Ibrahimovic, Dani Alves e os jogadores com mais títulos na história
Próximo artigo:
Quantos gols Cristiano Ronaldo tem na carreira?
Próximo artigo:
Copa São Paulo: Grêmio, Vasco e Corinthians vão às quartas de final; Atlético é eliminado
Fechar