Marinho, do Santos, desabafa após ser alvo de comentário racista; entenda o caso

Comentários()
Fabio Benedetti, da rádio Estádio 97, fez um comentário racista durante a transmissão do jogo do Peixe nas quartas do Paulistão

O injustificável novamente aconteceu: durante a transmissão do jogo entre Santos 1 x 3 Ponte Preta, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, o comentarista Fabio Benedetti, da rádio Estádio 97, atacou o jogador Marinho, do Peixe, com comentários racistas.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

No duelo, após o jogador ter sido expulso ainda no primeiro tempo, Benedetti afirmou que, como punição, falaria para o atleta em um grupo de Whatsapp que "ele é burro e está na senzala".

Independentemente do erro de Marinho, que deixou o Santos na mão ainda na primeira etapa da partida, a reação do comentarista é desmedida e injustificável: não há nenhuma situação que permita que alguém faça um comentário racista.

Assim, o áudio da transmissão viralizou na internet, à medida em que ouvintes e internautas ficaram indignados ao ouvir a frase de Benedetti. Enquanto o Peixe se recupera da derrota diante da Ponte Preta, o áudio chegou, inclusive, no jogador, que desabafou no Instagram.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

O momento não é dos melhores! Essa foto mostra e minha filha alicia negra como EU, cabelo black ou trança, nada esconde quem somos, ser humano igual a qualquer outro, e ontem um rapaz aí após minha expulsão, acabou falando pra eu voltar pra senzala! Mandar amigos me chamar não prova pra mim que você é diferente, eu te perdoo e perdoei por mensagem no insta , porém o tom de deboche ao falar que eu tinha que ir pra senzala não pegou bem, tenho orgulho daminha cor, orgulho de onde vim, você é pai e ensine teus filhos a ser diferente de você em pensamento! Quero que você se retrate e que isso não se repita nunca mais, nem comigo nem com ninguém! Eu luto pela causa! Contra preconceito e qualquer outro tipo de descriminação seja ela racial ou não! Quer me julgar por atitude em campo?ok! Errei e estou aqui pra assumir, esse é apenas um desabafo de alguém que passou a noite toda chorando por um erro! Mais não significa que até minha Cor venha ser colocada em assunto! Sou preto e orgulhoso de quem sou! Ensinando minha filha como se deve andar e mostrar que é orgulho e não vergonha ser PRETO

Uma publicação compartilhada por ✞ 𝕸𝖆𝖗𝖎𝖓𝖍𝖔 ☬ (@marinhoofficial) em

Na postagem, o atleta divulgou uma foto sua e de sua filha, Alicia, e afirmou ter orgulho de sua cor. Além disso, Marinho também contou ter perdoado o comentarista após troca de mensagens no Instagram e pediu a Benedetti para que este "ensine melhor a seus filhos sobre preconceito". O atacante também postou um vídeo onde aparecia chorando, irritado com a situação, afirmando que luta pela causa e "é horrível sentir isso na pele".

Em outra postagem, também divulgada na mesma rede social, Fabio Benedetti pediu desculpas pelo comentário, afirmou que é contrário a qualquer tipo de discriminação e que vai ceder suas redes sociais nos próximos dias para promover discussões sobre o assunto.

Mais artigos abaixo
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Olá pessoal, Venho através deste vídeo pedir minhas sinceras desculpas pelo comentário infeliz que fiz ontem referente ao jogador Marinho, na transmissão do jogo do Santos contra a Ponte. Quero reforçar que sou e sempre fui totalmente contrário à qualquer tipo de discriminação e lamento muito pelo ocorrido , em momento algum tive a intenção de ofender ninguém. Por isso, quero aproveitar essa infeliz situação que provoquei como oportunidade de aprendizado. Peço minhas sinceras desculpas pelo comentário proferido e estou completamente arrependido por ele. Nas próximas semanas estarei cedendo meu lugar de fala em minhas redes sociais para promover a discussão sobre assunto tão necessário e urgente na sociedade e no esporte. Já entrei em contato com o Marinho para me desculpar e gostaria de tornar público o meu arrependimento. Mais uma vez quero pedir desculpas ao Marinho e a todos que se sentiram ofendidos pelo meu comentário infeliz! Obrigado

Uma publicação compartilhada por Fabio Benedetti (@chefbenedetti) em

Por mais que muitos forcem a dizer que não, a sociedade brasileira é uma sociedade racista e o futebol só é um microcosmo disso, à medida em que casos e mais casos de racismo explodem dentro e fora das quatro linhas. A situação de quinta-feira pode até ter sido isolada, mas é apenas mais um sintoma de um problema que assola o mundo há tempos.

Fechar