Lançada a Superliga Europeia: times participantes, formato, justificativas e tudo sobre o novo campeonato

barcelona juventus messi cristiano ronaldo
Getty
Veja todas as novidades sobre a Superliga Europeia, principal notícia dos últimos tempos no futebol europeu...

Depois de rumores, veio a confirmação do que já foi uma das maiores batalhas do futebol europeu. A Superliga Europeia foi oficializada na noite deste domingo (18), sendo formada por um grupo dos clubes de futebol mais ricos do mundo.

Após meses de negociações secretas, a criação da Superliga ameaçou a UEFA Champions League, que oficializou na segunda-feira (19) seu novo formato.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

A criação da competição indignou clubes, jogadores, federações, torcidas e até governos ao redor do planeta. Desde então, equipes como o Manchester City já anunciaram a desistência de participar da Superliga, enquanto outras devem desistir a qualquer momento, como o Chelsea. Nomes importantes de times envolvidos como De Bruyne, Walker e Sterling (City), Rashford, Luke Shaw e Bruno Fernandes (Man United), todo o elenco do Liverpool (sob comando do capitão Henderson) e Bellerín (Arsenal) já se posicionaram contra a realização do torneio.

Confira as principais informações sobre a Superliga Europeia:


SUPERLIGA EUROPEIA - TIMES PARTICIPANTES E QUEM JÁ RECUSOU A PARTICIPAÇÃO


Florentino Perez

A Superliga Europeia foi oficializada neste domingo, 18 de abril, com 12 clubes fundadores - veja a lista abaixo - .Em comunicado conjunto, os clubes acrescentavam que o objetivo era começar a competir o mais depressa possível com um total de 20 emblemas: 15 fundadores mais cinco por rendimento.

  • Milan
  • Arsenal
  • Atlético de Madrid
  • Chelsea
  • Barcelona
  • Inter Milão
  • Juventus
  • Liverpool
  • Manchester City
  • Manchester United
  • Real Madrid
  • Tottenham

Após a revolta de várias instituições ao redor do planeta, bem como ídolos, torcedores e até mesmo jogadores das equipes envolvidas, certos clubes já começam a estudar uma saída para se afastar da nova Superliga:

Além das equipes que já aparentam desistir da competição, outras teriam sido convidadas para serem membros fundadores, mas recusaram a proposta. Seriam elas:

  • Bayern de Munique (junto com outras equipes da Bundesliga, publicou uma mensagem condenando a realização da Superliga)
  • Borussia Dortmund (junto com outras equipes da Bundesliga, publicou uma mensagem condenando a realização da Superliga)
  • PSG (o presidente Nasser Al-Khelaifi condenou a idealização do torneio em mensagem publicada no site oficial do clube)
  • Porto (o presidente Pinto da Costa confirmou que foi procurado por alguns dos membros fundadores para se juntar ao torneio, mas recusou a proposta)
  • Benfica (o time publicou em seu site oficial que repudiava a realização do torneio e que não teria interesse em se juntar aos membros fundadores)

QUAL SERÁ O FORMATO DA SUPERLIGA EUROPEIA?


Andrea Agnelli  

  • Vão participar 20 clubes: os 15 fundadores e outros cinco que se classificarão para a prova anualmente com base no seu rendimento na temporada anterior;
  • Os jogos serão disputados durante o meio de semana e todos os clubes continuarão a competir nos respectivos campeonatos, preservando assim o calendário tradicional;
  • A temporada começará em agosto com a participação dos clubes em dois grupos de dez, onde disputarão jogos de ida e volta; os três primeiros de cada grupo classificam-se automaticamente para as quartas de final. As equipes que terminarem na quarta e quinta posição disputarão um playoff (ida e volta). Em seguida, serão feitas eliminatórias em dois jogos a partir das quartas de final até à final, que será um jogo único, em final de maio, em campo neutro;

QUAIS SÃO AS JUSTIFICATIVAS PARA A CRIAÇÃO DA SUPERLIGA EUROPEIA?


Diante dos rumores sobre a criação da Superliga, a UEFA deixou logo claro que quem fosse disputar este novo torneio seria banido das competições internas e europeias. Assim, os fundadores da Superliga apontaram que desejam manter o diálogo e apresentaram justificativas.

"Os clubes fundadores esperam manter-se em conversações com a FIFA e a UEFA de forma a encontrar as melhores soluções para a Superliga e para o futebol mundial em geral. A criação da nova Liga acontece num cenário em que a pandemia acelerou a instabilidade do atual modelo económico do futebol europeu. Durante anos, os clubes fundadores tiveram como objetivo melhor a qualidade e intensidade das provas europeias e, em particular, criar um torneio em que os melhores clubes e jogadores pudessem competir entre eles de forma mais frequente", diz o comunicado.

Em entrevista concedida ao programa de TV "El Chiringuito", o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, também declarou que os fundadores da Superliga estariam "salvando o futebol", que as receitas envolvendo o esporte estariam diminuindo e que os jovens de 16 a 24 anos não teriam mais interesse em assistir jogos considerados "menores", ou um duelo completo de 90 minutos. Assim, a Superliga, para o mandatário, seria mais atraente.

Fechar