Ilha do Urubu passou no teste da torcida?

Última atualização
Comentários()
Gilvan de Souza/CR Flamengo
Flamengo estreou na sua nova casa na última quarta-feira com vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta

Parecia encantado, mas finalmente saiu. O Flamengo arrendou por três anos o estádio Luso-Brasileiro, da Portuguesa, na Ilha do Governador, e após diversos imprevistos que levaram o adiamento da inauguração do mês de março para junho, a torcida enfim conheceu a sua nova casa.

Com capacidade para quase 22 mil torcedores, 13.981 rubro-negros prestigiaram a estreia e de quebra ainda viram a equipe vencer a Ponte Preta por 2 a 0, em jogo válido pela sétima rodada do Brasileirão. Mas apesar da festa e dos três pontos conquistados, qual foi a primeira impressão dos torcedores na Ilha do Urubu?

A Goal conversou com os rubro-negros, que se mostraram animados com a nova casa apesar do acesso não ser tão fácil quanto o Maracanã, mas criticaram a acústica, que de fato está longe de transformar o local no "caldeirão" prometido, além dos altos preços dos ingressos - inclusive faixas foram vistas com o pedido para reduzir os valores.

Torcida Flamengo vs Ponte Preta 140617

"O acesso foi muito fácil, cheguei cedo e consegui estacionar no mercado. Entrei às 20h, uma hora antes do jogo e foi bem tranquilo. Menos de 10 minutos já estava sentado na arquibancada. O ponto positivo é que o campo é muito perto, dá para ver o jogo perfeitamente, o gramado está muito bom também. O que eu não gostei foi a acústica. O canto da torcida ficou baixo, imaginei que fosse melhor, mais barulho, pressão e não está tanto assim", disse Fabrício, morador da Barra da Tijuca.

Torcida Flamengo vs Ponte Preta 140617

"Acesso ao estádio foi tranquilo. O Flamengo divulgou todas as linhas dos ônibus e também disponibilizou ônibus. Além do mais, estava muito bem sinalizado. Por ser no início da Ilha, eles fecharam algumas ruas e deu para a torcida entrar sem problema", avaliou Aline Resende, moradora do Flamengo.

"É um outro tipo de estádio. Na leste tem um corredor de bar, ambulantes, Food Truck, diversas comidas e uma loja do Flamengo. Achei diferenciado e legal, mas fico triste com o valor do ingresso. Sou sócia e paguei R$ 142 para os três jogos. Tem muita gente que não consegue pagar esse valor, até mesmo sócio-torcedor. Acho muito caro e restringe o público que vem. Além do valor, se restringe também pelo fato de ser na Ilha e não ter tantas opções, ao contrário do Maracanã que há metrô, trem", completou.

Torcida Flamengo vs Ponte Preta 140617

No entanto, apesar dos elogios ao acesso, muitos torcedores só conseguiram entrar na Ilha do Urubu depois da bola rolar. Por ser véspera de feriado, o trânsito ficou um pouco mais pesado com a proximidade do jogo, mas nada que prejudicasse o espetáculo. 

"A operação, a primeira, era delicada, de risco, por ser na véspera de feriado. A avaliação é extremamente positiva, mas há pontos a serem acertados. Cerca de quatro mil pessoas entraram durante o primeiro tempo. A parceria que fizemos com a CET-Rio funcionou bem. A expectativa é que melhore jogo a jogo. Não houve nenhum grande problema com acesso. O torcedor teve uma experiência positiva. Todo mundo tinha a expectativa de conhecer o estádio, o que recebemos de feeedback foi extremamente positivo", comentou o diretor de novos negócios do Flamengo, Marcelo Frazão.

O próximo jogo do Flamengo será neste domingo (18), no Maracanã, contra o Fluminense, pela oitava rodada do Brasileirão.

Próximo artigo:
Europa League 2018/19: artilheiros, garçons e estatísticas gerais do torneio
Próximo artigo:
Copa do Brasil: igualado com o Grêmio em finais disputadas, Cruzeiro é o recordista de títulos
Próximo artigo:
Copa do Brasil: quais equipes entram direto nas oitavas de final?
Próximo artigo:
Onde vai passar o jogo do PSG contra o Dijon, pela Ligue 1?
Próximo artigo:
Brasileiros na Champions League: quem foi bem e quem foi mal na fase de grupos
Fechar