Deschamps e Tabárez ainda buscam títulos expressivos

Comentários()
Getty Images
Mais experiente, Tabárez só levou uma Copa América sob o comando da Celeste enquanto Deschamps ficou com o vice da Euro 2016

banner Copa 2018

O jogo entre França e Uruguai nesta sexta-feira gera expectativa de um grande duelo em campo, com duas das seleções que fizeram boas partidas neste Mundial e que sonham em coroar seus treinadores com um grande título.  

Com experiencias muito distintas em suas carreiras como treinadores, Didier Deschamps e Óscar Tabárez tem ao menos uma coisa em comum: a vontade de conquistar um título para coroar o bom trabalho feito em suas respectivas seleções. 

Professor de escola pública, El Maestro, como é conhecido Tabárez, está no comando da Celeste desde 2006 (teve uma passagem anterior em 1988 até 90, mas sem grandes resultados) e nos 12 anos à frente da Celeste conseguiu apenas um título, o da Copa América de 2011.  

Sempre muito elogiado por todos os jogadores uruguaios, Tabárez institucionalizou a seleção, supervisionando tudo desde a base com uma mesma forma de pensar. Em sua equipe só jogam atletas com “valores e ética”, dando uma maior importância à formação de seres humanos.

Oscar Tabarez Uruguay Foto: Getty

Ex-zagueiro, o uruguaio tem um extenso currículo como treinador. Peñarol, Boca Juniors, Velez Sarsfield, Milan e Cagliari são apenas algumas das equipes no currículo do professor.  

Com 190 jogos sob o comando do Uruguai, Tabárez é o treinador que mais comandou uma seleção nacional em toda a história. 

Pelo lado francês, Deschamps não tem ainda a experiência do seu rival. Técnico desde 2001, quando assumiu o Monaco, o treinador teve passagens por apenas mais duas equipes (Juventus e Olympique de Marselha) antes de assumir a França em 2012. 

Mais artigos abaixo
Foto: Getty

Há seis anos no comando dos Bleus, o ex-meia tem no currículo de jogador um título de Copa do Mundo (1998) e uma Eurocopa (2000), mas ainda não conseguiu repetir o sucesso como treinador ficando apenas com o segundo lugar na Euro 2016, sediado na França. 

Com 55 jogos sob o comando da seleção, Deschamps tem 34 vitórias, 9 empates e 12 derrotas. Um bom aproveitamento, mas a falta de títulos acaba pressionando o treinador que tem uma geração promissora em suas mãos e a sombra de Zidane para assumir o seu cargo.  

2018-06-25 Oscar TabarezFoto: Getty

Nesta sexta-feira, Deschamps e Tabárez lutarão pela vitória para manter viva a chance do título tão sonhado, mas apenas um poderá continuar sonhando com o tão aguardado título para coroar o bom trabalho realizado por eles até aqui. 

Fechar