Prêmio Goal Brasil celebra os melhores do Brasileirão 2017

Última atualização
Comentários()
MIGUEL SCHINCHARIOL/AFP/Getty
De Vanderlei a Renato Gaúcho, passando por Hernanes e Jô, elegemos a seleção do ano da Série A

Chegamos ao final de mais uma temporada eletrizante do Campeonato Brasileiro Série A, e, com ele, a hora de fazer o balanço do que foi o ano de 2017 na elite do futebol nacional. Se, por um lado, o Corinthians pôde comemorar - e muito - sua sétima conquista do Brasileirão, por outro as quatro últimas equipes da classificação terão de tentar a sorte na Série B em 2018, enquanto dão lugar aos que foram premiados pelo acesso.

É também o momento mais oportuno para celebrarmos os destaques individuais do campeonato, de equipes que brigaram desde a taça até contra o rebaixamento, como foi o caso do São Paulo. Foi com a chegada de Hernanes, um dos meias eleitos para o Prêmio Goal Brasil, que o Tricolor pôde respirar aliviado ao final de uma temporada que se desenhava desastrosa.

Outro Tricolor, o Grêmio, viu o jovem Luan crescer e se tornar a liderança técnica do time de Renato Portaluppi, que brigou pelas primeiras colocações até o final enquanto travava a árdua batalha - vencida - pela Copa Libertadores da América. Na proteção da estrela, o volante Michel deixou de vez o anonimato ao fazer uma estreia de luxo na elite do futebol brasileiro e receber contundentes elogios.

As defesas também mereceram destaque, especialmente a do Corinthians, que emplacou os laterais Fagner e Guilherme Arana e o zagueiro Balbuena na nossa premiação: ao lado do paraguaio, que viveu uma verdadeira redenção no ano, está Réver, promovido a líder da zaga do Flamengo não só pela força defensiva, mas também pelos gols importantes indo à frente.

Fora das capitais, o Santos voltou a fazer um bom papel na Série A, apesar da irregularidade que lhe custou sonhar com algo a mais que uma vaga na próxima Libertadores. Seja como for, fato é que o goleiro Vanderlei, apoiado por muitos como candidato a uma vaga na Seleção Brasileira de Tite, e o atacante Bruno Henrique, recém-chegado e já destaque do ataque do Peixe, foram instrumentais para que o Alvinegro Praiano continuasse uma força nacional.

E, por falar em força: foi difícil pensar em outro nome do que o corintiano Jô para receber o título de Craque do Campeonato, além de fechar a escalação desse 'time dos sonhos' do Brasileirão. Aqueles que duvidavam do potencial do atacante, tão criticado no passado, terão de rever seus conceitos com o desempenho decisivo na grande área, com 18 gols marcados, e a liderança fundamental para o hepta do Timão.

Confira, a seguir, como ficou a escalação do Prêmio Goal Brasil, e entenda os motivos que levaram cada um deles a ser eleito para a nossa seleção!

MELHOR TÉCNICO MELHOR GOLEIRO MELHOR LATERAL DIREITO MELHOR ZAGUEIRO 1
Renato Portaluppi (Grêmio) Vanderlei (Santos) Fagner (Corinthians) Balbuena (Corinthians)
MELHOR ZAGUEIRO 2 MELHOR LATERAL ESQUERDO MELHOR VOLANTE MELHOR MEIA 1
Réver (Flamengo) Arana (Corinthians) Michel (Grêmio) Hernanes (São Paulo)
MELHOR MEIA 2 MELHOR ATACANTE 1 MELHOR ATACANTE 2 MELHOR ATACANTE 3 & CRAQUE DO CAMPEONATO
Thiago Neves (Cruzeiro) Luan (Grêmio) Bruno Henrique (Santos) Jô (Corinthians)

Próximo artigo:
"Já não sei mais o que dizer sobre Messi", exalta Valverde
Próximo artigo:
Torcedores do Liverpool provocam Mourinho e pedem para Manchester United não demitir o treinador
Próximo artigo:
"Messi e Suárez formam a melhor dupla do mundo", exalta Piqué
Próximo artigo:
"O máximo que o Manchester United pode conseguir é o quarto lugar", diz Mourinho
Próximo artigo:
Pelé compara Neymar e Mbappé e vê brasileiro com "imagem negativa", mas ainda como "um dos melhores do mundo"
Fechar