Pedro destaca ano cheio de emoções e sonha com a Seleção em 2019

Comentários()
Buda Mendes/Getty
Atacante chegou a ser convocado mas teve que ser cortado após sofrer grave lesão

Aos 21 anos, Pedro viveu o melhor ano de sua carreira em 2018, ainda que tenha passado por uma contusão séria, que o mantém afastado dos gramados. Eleito a revelação do Campeonato Brasileiro, o atacante fez 19 jogos e era o artilheiro da competição com 10 gols até a fatídica lesão. 

O bom momento fez com que Tite o convocasse para a Seleção Brasileira na primeira lista após a Copa do Mundo. No momento, todos apontavam o jogador como forte concorrente no setor de ataque, principalmente pelas características. Mas lamentavelmente Pedro se machucou.

"Um ano cheio de emoções, mas foi um grande ano pra mim, eu tive o sonho de poder ser convocado pela Seleção Brasileira e eu creio que eu vou voltar ano que vem mais forte do que esse ano, mas foi um ano positivo para mim".

Pedro deu lugar ao amigo Richarlison, companheiro dos tempos de Fluminense. O hoje atacante do Everton aproveitou a oportunidade e está bem cotado para disputar a Copa América. Apesar disso, Pedro declarou que não vê o jogador como rival.

Mais artigos abaixo
Pedro Richarlison Fluminense Goias Copa do Brasil 19042017
(Foto: Nelson Perez / Fluminense / Divulgação)

"Ele só me mandou apoio, me mandou forças que eu ia voltar mais forte. Richarlison é um companheiro que eu tenho, é um amigo e eu estou feliz demais pelo sucesso dele. Ele merece tudo o que vem conquistando na carreira, jamais vamos ser rivais e sim companheiros, eu agradeço pela amizade que eu tenho com ele". 

Por fim, Pedro destacou a boa recuperação e garantiu que voltará mais forte em 2019.

"A recuperação está boa, o prazo de seis a nove meses, estou fortalecendo lá nas mãos de grandes fisioterapeutas lá do Fluminense, o Filé, o Caio, o Tupi. Recuperando bem para ano que vem eu voltar mais forte".

Fechar