Neymar, Mbappé e Marquinhos e a preocupação no vestiário do PSG

Comentários()
Jogadores do time da capital francesa não estão satisfeitos depois da fraca janela de transferências; Tuchel e Leonardo seguem sem se entender

Não é apenas Thomas Tuchel que questiona a janela de transferência do PSG para a temporada 2020/21. Os próprios jogadores do time compartilham deste sentimento e concluíram que o time francês enfraqueceu.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

É fato que o clube de Paris contratou jogadores com passagens por suas seleções nacionais como Alessandro Florenzi, Moise Kean, Danilo Pereira e Rafinha. Porém, perdeu peças fundamentais como Edinson Cavani, Thiago Silva, duas referências do clube, e até Eric Choupo-Moting, reserva muito utilizado.

Diante de pouca movimentação para reforçar o elenco e elevá-lo a outro nível, as maiores estrelas do time demonstraram suas preocupações. Segundo o jornal L'Equipe, Marquinhos, Neymar e Mbappé não hesitaram em questionar Leonardo sobre a posição do PSG no mercado de transferências antes mesmo de seu fechamento, no início de outubro.

Na derrota para o Manchester United, ficou evidente que a falta de peças prejudica o PSG, que sentiu muito a falta de Marquinhos, Bernat e Verratti, ausentes por lesão.

Mais artigos abaixo

Tuchel claramente se mostrou incomodado com a pouca movimentação do PSG para comprar novas peças. Ele havia dito que seria impossível alcancar os mesmo resultados da temporada passada e foi rebatido publicamente por Leonardo, diretor esportivo do clube.

O brasileiro, por sua vez, tem estado em desacordo com o treinador sobre dos dias de folga dados ao time e, é claro, suas críticas sinceras ao projeto geral. As discussões entre Tuchel e Leonardo via imprensa estão aumentando desde a derrota na final da última Liga dos Campeões e não será surpreendente se Tuchel for demitido ao longo da campanha de 2020/21.

Fechar