Marcelo Gallardo e Schelotto estão na mira da seleção argentina

Comentários()
Goal
Os treinadores de River Plate e Boca Juniors são apontados como favoritos ao cargo vago

Meses após a demissão de Jorge Sampaoli do comando técnico da Argentina, a seleção segue sem um comandante definido. Interino na função, Lionel Scaloni conseguiu bons resultados nos quatro jogos realizados até o momento. Entretanto, ainda não é visto como opção principal na Albiceleste.

Apesar de ter sofrido a sua primeira derrota justamente no Superclássico das Américas contra o Brasil, na última terça-feira (16), Scaloni não deve ser alçado ao cargo principal. De acordo com o AS, o objetivo da AFA é contar com Marcelo Gallardo ou Guillermo Schelotto, respectivos treinadores de River Plate e Boca Juniors.

Entretanto, antes de avançar nos técnicos dos gigantes de Buenos Aires a seleção argentina terá que esperar ao menos até o final de novembro, já que tanto Boca quanto River estão nas semifinais da Libertadores e sonham com o título continental.

Nesta disputa Boca x River, quem teria uma leve vantagem para assumir a seleção é Schelotto. O motivo é apenas contratual, já que o seu vínculo com os Xeneizes – como o Boca é apelidado – vai até dezembro enquanto o de Gallardo é válido até 2021.

Próximo artigo:
Corinthians leva elenco do Visão Celeste à Arena e bancará viagem de rival goleado na Copinha
Próximo artigo:
Vice do Palmeiras nega oferta de clube chinês por Dudu
Próximo artigo:
Palmeiras favorito, Corinthians defendendo o título, São Paulo, Santos... Como chegam os quatro grandes para o Paulistão
Próximo artigo:
Vice do Cruzeiro critica valores pagos pelo Fla por Arrascaeta: "eu não pagaria tudo isso"
Próximo artigo:
Mundial 2022: Catar demonstra preocupação com possível Copa com 48 seleções
Fechar