Notícias Placares ao vivo
Copa América

Gareca diz que "respeita Messi", mas pede defesa do futebol sul-americano

20:34 BRT 07/07/2019
Ricardo Gareca Brasil Peru Copa America final 07072019
Treinador do Peru foi elegante ao comentar declarações de Messi, pedindo que não se enfoque somente na corrupção do continente latino

Ricardo Gareca deixou a final da Copa América com algum motivo para reclamar da arbitragem, que entre outras polêmicas marcou um pênalti controverso que matou o Peru. Ao contrário de Lionel Messi, no entanto, o treinador argentino disse não ver má intenção e deu seu ponto de vista sobre as declarações do camisa 10 do Barcelona, que falou em corrupção no futebol sul-americano. 

Veja mais jogos ao vivo que em qualquer outro lugar. Teste o DAZN de graça por um mês

“Respeito o Messi, mas isso não quer dizer que eu concorde. É uma voz autorizada. Além do que representa como jogador, é uma pessoa que parece bem centrada, embora eu não o conheça pessoalmente”, iniciou Gareca, sublinhando que não quer polêmica e respeita a visão do jogador para, na sequência, colocar seu ponto de vista. 

“Apesar de termos de melhorar, gostaria que o foco não fosse a corrupção. Que somos os corruptos... Cada vez mais a gente tem informações da Europa. Nossos filhos e netos têm muita informação da Europa, eles querem imitar a Europa. Eles têm coisas boas, mas gostaria que a gente defendesse mais o futebol sul-americano. Temos coisas boas também. Não vou entrar em polêmica, muito menos com Messi. Sou muito sul-americano, defendo a América do Sul. Temos de ter um olho na corrupção, mas não podemos só ver tudo que está lá fora”, disse Gareca. 

No sábado, após a disputa do terceiro lugar, Messi surpreendeu com suas declarações após ter sido expulso de campo. O argentino disse que a Copa América estava “armada” para o Brasil e disse não ter ido buscar sua medalha no gramado porque “não queria fazer parte dessa corrupção”. 

Neste domingo, os dois lados saíram com queixas da arbitragem. O Brasil pode reclamar o pênalti marcado para o Peru, que não seria falta na nova regra, e a expulsão de Gabriel Jesus. Já o Peru sai incomodado com o pênalti marcado em Everton, que decidiu o jogo no finzinho. 

“O VAR tem de melhorar. Estou longe e não sei se foi pênalti. Seria bom se aqueles que supervisionam as jogadas estivessem expostos. Que se saiba o que dizem, o que analisam", disse Gareca, repetindo posição que já havia manifestado anteriormente.