Notícias Placares ao vivo
Copa do Mundo

Egito irá entrar com protesto contra a arbitragem junto a FIFA

13:16 BRT 22/06/2018
Caceres Egypt WC 2018 19062018
Reclamação é sobre dois lances capitais na derrota sobre a Rússia na última segunda-feira

Três dias após a derrota para a Rússia, por 3 a 1, que eliminou o Egito da Copa do Mundo mesmo com uma rodada da fase de grupos a ser disputada, o presidente da Federação Egípcia de Futebol, Hany Abo Rida, afirmou nesta sexta-feira que deve entrar com um protesto junto à Fifa contra a arbitragem do jogo da última segunda-feira. 

Assim como o Brasil fez após o jogo contra a Suíça, o dirigente questiona o não uso do árbitro de vídeo pelo juiz paraguaio Enrique Caceres, que teria deixado de utilizar o recurso em dois lances polêmicos da partida. 

Para o presidente da federação egípcia, o defensor, Ahmed Fath, teria sido empurrado no momento do primeiro gol da Rússia antes de mandar a bola contra o seu próprio gol. O segundo lance polêmico seria um suposto pênalti sobre Mohsen aos 33 minutos do segundo tempo. 

"Queremos uma investigação sobre a atuação do árbitro Enrique Cáceres. Ele deveria ter usado o VAR neste lance para avaliar a existência do pênalti. As imagens também deixam claro que o Fath foi puxado no lance do segundo gol da Rússia" disse Hany Abo Rida à agência Reuters. 

Foto: Getty

O Egito volta a campo na próxima segunda-feira (25) apenas para cumprir tabela contra a Arábia Saudita às 11h, em Volgogrado.