Conheça a Rússia: a vida peculiar de Ivan, o Terrível

Comentários()
YURI KADOBNOVAFPGetty Images
O primeiro czar da história ficou marcado pelas atrocidades enquanto esteve no poder

Para entender mais sobre a Rússia, sede da próxima Copa do Mundo, a Goal contará a história Ivan IV Vasilievich, conhecido como "Ivan, o Terrível". Ele foi o primeiro governante russo a ter o título de czar. O monarca conquistou os lugares conhecidos atualmente como Sibéria e Kazan, adicionou cerca de um milhão de quilômetros quadrados de terras aos domínios do reino de Moscou, além de começar a construção da Catedral de São Basílio.

Ivan queria fazer da Rússia uma nova Constantinopla, com apoio de Macário, arcebispo da atual capital russa. Além disso, foi casado com oito mulheres, sendo que, a primeira foi Anastasia Romanovna, que morreu em 1560. Após essa morte, Ivan passou a ser autoritário e psicopata, o que lhe valeu a alcunha de "O Terrível". Alguns dizem que, durante uma viagem para a Inglaterra, ele pediu a mão da rainha Isabel I em casamento, porém ela negou.

A view of the Moskva river and the Kremlin towers and cathedrals in Moscow
(Foto: Getty Images)

Depois que seu pai, Basílio III de Moscou, faleceu, Ivan foi coroado Grão-Príncipe, mas, por ter apenas três anos de idade, o poder ficou nas mãos de sua mãe. Ela, no entanto, foi vítima de envenenamento por parte dos boiardos (aristocratas russos na época), e por viver recluso no Kremlin, humilhado pelo alto escalão da sociedade, desenvolveu um ódio que se transformou em perseguições e homicídios, com o objetivo de assumir o poder.

Aos 13 anos, ele deu mostras de sua personalidade sanguinária, quando ordenou a captura de Andrei Shuiski e, para matá-lo, mandou que o jogassem aos cachorros. Em 1552, devastou Kazan com todos os habitantes, mesma forma como procedeu em Novgorod, em 1570.

Ivan, o Terrível 2 11062018
(Foto: Yuri Kadobnova/AFP/Getty Images)
 

Em 1580, Ivan matou seu filho, de mesmo nome, com um golpe de bastão na cabeça. Essa foi a crueldade que o assombrou pelo resto da vida. Isso motivou ataques de fúria contra si mesmo, a ponto de arrancar os cabelos e a barba na mão, ou arranhar as paredes.

Alguns cientistas acreditam que as reações poderiam ser por conta do tratamento contra a sífilis. Por ser a base de mercúrio, as reações incluíam surtos psicóticos. Ivan, O Terrível, faleceu em 1584, aos 53 anos. Os restos mortais foram enterrados na Catedral de São Miguel Arcanjo e, na sucessão do trono, o herdeiro foi Teodoro I.

Próximo artigo:
Sorteio da Copa América 2019: onde, quando será e como funciona?
Próximo artigo:
Abidal pressiona De Jong a decidir se vai aceitar a oferta do Barcelona
Próximo artigo:
Liverpool faz história e vira o clube mais lucrativo do mundo
Próximo artigo:
Tottenham: depois de Kane, Dele Alli se lesiona e vira desfalque na Champions
Próximo artigo:
Andrés fala de Arana, Romarinho e diz que Romero enrola para renovar com Corinthians: "Despacito"
Fechar