A estranha relação entre Bale e Real Madrid tem até 'cochilo' no meio do jogo

Comentários()
Atacante galês soma polêmicas em passagem no Real Madrid e parece se mostrar cada vez mais insatisfeito em permanecer na equipe da capital espanhola

A passagem de Gareth Bale no Real Madrid parece cada dia mais próxima do final. Embora muito especulado para deixar a equipe da capital espanhola há algumas janelas de transferências, o galês parece cada dia mais desconectado com os objetivos e ambições do clube madridista. A "última" de Bale foi flagrada na vitória do Real sobre o Alavés na última sexta-feira (10), quando o atacante colocou a máscara de proteção sobre os olhos e se esticou numa posição propícia para um cochilo.

Bale foi contratado pelo Real Madrid em 2013 e à época se tornou o jogador mais caro da história. Os merengues desembolsaram 100 milhões de euros pelo atleta, que até hoje fez 251 jogos pelo clube, fez 105 e deu 68 assistências. Entretanto, apesar do número aparentemente positivo, Bale parece cada dia mais insatisfeito no Real Madrid e não faz questão de esconder isso.

O camisa 11 do Real Madrid já é especulado a deixar o Santiago Bernabéu há algumas temporadas. No ano passado, o agente de Bale aumentou o tom e disse que Zidane era "uma desgraça". De acordo com o jornal As, o jogador do País de Gales é o mais bem pago do elenco do Real Madrid, com cerca de 15 milhões de euros (aproximadamente R$ 90 milhões) por ano entrando em sua conta e mesmo assim tem proporcionado episódios, no mínimo, bisonhos durante sua estadia em Madri.

Em um jogo com a seleção de seu país, Bale posou após a partida com uma bandeira que dizia "Gales. Golfe. Madrid. Nessa ordem". A brincadeira gerou grande polêmica e deixou os madridistas desconfiados. Além de tudo, Bale tem o curioso costume de, quando não está jogando, sair do estádio antes do jogo acabar. Em pelo menos três ocasiões em 2019 e 2020, ele foi flagrado deixando o Santiago Bernabéu com seu carro particular faltando 10 minutos para o fim da peleja. 

Em outra situação, Bale foi flagrado jogando golfe durante a derrota do Madrid para o Tottenham no torneio amistoso da Audi Cup. Zidane afirmara que o astro "não se sentia bem" por isso deveria ter ficado em Madrid para descansar, mas foi flagrado por um jornal local no meio de uma partida de golfe.

Por fim, veio essa imagem do cochilo do jogador durante a vitória do Real contra o Alavés, por 2 a 0. As câmeras flagraram o atleta rindo diversas vezes durante o jogo, como numa espécie de deboche. As imagens da sesta e dos risos rodaram o mundo e geraram muitos memes, críticas e servem para afundar uma relação que parece cada vez mais desgastada entre jogador e clube.

O rendimento de Bale em campo tem caído muito. Na atual temporada, por exemplo, o galês participou de 20 jogos, marcou apenas três gols e deu duas assistências. Números bem abaixo dos que ele produziu em outras temporadas vestindo a camisa branca. 

Mais artigos abaixo

Até por isso uma possível contratação de outro clube se torna ainda mais improvável. Como destacou Cezar Hurtado, da Goal Espanha, "é certo que Bale está há mais de um ano e meio com quase os dois pés fora do clube, e se ainda segue no clube da Concha Espina é porque ninguém está disposto a pagar o que ele cobra".

Na atual temporada, mesmo sem lesões, já são quatro partidas que o galês não joga um minuto sequer e a perspectiva para que isso se reverta não é grande. Com o crescimento e solidificação de Vinícius Júnior e Rodrygo, além do retorno de Asensio, o Madrid tem opções importantes e que entregam o que se espera deles. Dessa forma, Bale parece ter ido para o fim da fila e espera apenas o momento de deixar o clube. 

O contrato do galês expira em junho de 2022, mas é bastante razoável pensar que o Real fará o possível para vendê-lo (a qualquer liga que seja) já na janela de transferências da metade de 2020. Isso resultaria em uma economia grande para os cofres do clube e eliminaria as brincadeiras que já devem esquentar o clima no Santiago Bernabéu.

Fechar