Treinador sensação em Portugal é 'sombra' de Jorge Jesus no Benfica

Peça - Paços de Ferreira
Alvo recente do Santos, Pepa tem feito grande trabalho no modesto Paços de Ferreira e está com moral na Luz

Contestado, Jorge Jesus tem o cargo cada vez mais ameaçado no Benfica. A Goal apurou que o clube encarnado, apesar de não cogitar uma demissão neste momento, já está de olho num eventual substituto, principalmente a pensar na próxima temporada. O favorito nos bastidores é o também português Pepa, que vive grande fase no modesto Paços de Ferreira, atual quinto colocado na Liga.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Alvo recente do Santos, que acabou por escolher o argentino Ariel Holan, ex-Universidad Católica, Pedro Miguel Marques da Costa Filipe, mais conhecido como Pepa, foi jogador do próprio clube da Luz e terminou a carreira de forma precoce, com apenas 26 anos. Passou a trabalhar então como treinador logo em seguida, tendo dirigido Feirense, Moreirense e Tondela. Está no time pacence desde 2019.

Aos 40 anos, o jovem comandante foi eleito recentemente o “treinador do mês” em janeiro, levando a melhor, inclusive, sobre o também promissor e badalado Rúben Amorim, do Sporting, que lidera com sobras a principal competição nacional.

Mais artigos abaixo

Jesus, cujo contrato é válido até junho de 2022, continua valorizado pelo presidente benfiquista Luís Filipe Vieira, que foi o maior responsável por tirá-lo do Flamengo no ano passado. Uma mudança no comando técnico agora, segundo o que tem sido conversado internamente, depende quase que exclusivamente da decisão do próprio treinador, que, por sua vez, não deu ainda qualquer indicação sobre um pedido para sair.

Má fase encarnada

Sem vencer há três jogos, o Benfica ocupa hoje apenas a quarta colocação na Liga, com menos 15 pontos para o arquirrival Sporting. Desde que voltou ao Benfica, Jorge Jesus já deixou escapar três títulos: Liga dos Campeões, Supertaça de Portugal e Taça da Liga. Por outro lado, está na semifinal da Taça de Portugal e nos 1/16 da Liga Europa, contra Estoril e Arsenal, respectivamente.

Fechar