Quando o futebol brasileiro será retomado? Clubes tentam voltar a treinar e jogar

Comentários()
Não há consenso sobre retomada dos treinos após paralisação provocada pela Covid-19; veja cenário

Paralisado há quase três meses, o futebol brasileiro vive uma indefinição e diversos impasses para a volta das competições em 2020. Com diferenças nas medidas de quarentena adotadas de cidade a cidade por conta da pandemia da Covid-19, não existe uma linearidade a respeito da volta dos treinamentos dos clubes de futebol.

Apenas um campeonato estadual anunciou uma data de retorno: o Campeonato Catarinense, que terá bola rolando já no dia 8 de julho. A ideia da federação de Santa Catarina é terminar o torneio ainda no mês de julho. Nenhum clube do Estado está na Série A do Brasileirão. Avaí, Chapecoense e Figueirense jogarão a próxima Série B nacional.

E quanto aos outros estaduais? A Goal te mostra a situação dos principais campeonatos.

SP

Conforma as medidas restritivas em São Paulo começam a cair, os preparativos para a volta do futebol se intensificam. Após uma reunião, as partes envolvidas chegaram a uma acordo para os para a volta das atividades na segunda-feira (15). Durante três dias, vão ser realizados testes para, só então, conforme a viablidade, os treinamentos individuais sejam retomados.


Nos últimos dias, o Red Bull Bragantino causou uma polêmica entre os grandes clubes . Com o relaxamento da quarentena em Bragança Paulista, o clube voltou a fazer atividades em seu centro de treinamento, sendo o primeiro clube a voltar às atividades.

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo têm todos a mesma postura em relação à retomada dos treinamentos.  Eles estão esperando o dia 15 para todos retornarem aos treinamentos juntos. Os quatro grandes do Estado tiveram que reduzir salários durante a quaretena

RS

No Rio Grande do Sul, o retorno às atividades já aconteceu. A dupla Gre-Nal treina há algumas semanas , seguindo alguns protocolos para evitar o contato entre os jogadores e esperam pela decisão do governo estadual e da federação. Há divisão de horários e os atletas não podem se aglomerar nos vestiários, por exemplo.

A expectativa dos clubes é retomar o campeonato no dia 15 de julho, com sedes reduzidas. Seriam utilizadas apenas as instalações de Internacional, Grêmio e Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre. Todos os jogos seriam sem público. A proposta ganhou força nos últimos dias.

RJ

No Rio, a situação é uma das mais polêmicas. Flamengo e Vasco encabeçam os clubes que querem a volta do Carioca o quanto antes , pressionando federação, governo estadual e até federal . Por outro lado, Botafogo e Fluminense estão receosos quanto ao retorno precipitado da competição.

Dentre os dirigentes, o Botafogo é quem tem a postura mais firme contra a retomada das atividades em meio à pandemia. Carlos Augusto Montenegro, ex-presidente e membro do comitê executivo, disse que o clube não entrará em campo se o futebol voltar agora, em entrevista ao Canal do TF, no Youtube.

O secretário de Esporte, Lazer e Juventude do Estado do Rio de Janeiro, Felipe Bornier, afirmou que a tendência é de que o campeonato receba ainda nesta semana a aprovação do governo para voltar.

MG

Em Minas, uma possível volta do estadual era pensada para a segunda quinzena de julho. No entanto, o retorno do futebol em Minas Gerais pode demorar ainda mais e a volta pode acontecer apenas depois de agosto.

Mais artigos abaixo

Carlos Starling, infectologista e integrante do comitê de enfrentamento à Covid-19 da Prefeitura de Belo Horizonte, acredita que o pico da pandemia no Estado ainda não chegou, o que impossibilitaria uma volta com prudência do futebol.

Atlético e Cruzeiro já voltaram às atividades em seus respectivos centros de treinamentos. Na última bateria de testes, nenhum jogador testou positivo no Atlético. Já no Cruzeiro, o atacante Vinícius Popó, o volante Jean e o zagueiro Léo testaram postitivo nos últimos exames.

Fechar