Notícias Placares ao vivo
Rony

Por que Rony foi suspenso pela Fifa? Quando ele pode voltar pelo Palmeiras?

13:16 BRT 22/07/2020
Rony Palmeiras
Rony recebeu punição por quatro meses, mas após efeito suspensivo, o atacante está liberado para jogar novamente; CAS ainda vai analisar recurso

Na semana passada, o atacante Rony, do Palmeiras havia sido suspenso pela Fifa por quatro meses, por conta de um imbróglio judicial com seu ex-clube, o Albirex Niigata, do Japão. Com isso, a atuação do atacante no clássico contra o Corinthians estava em dúvida. Porém, o CAS (Tribunal Arbitral do Esporte, na sigla em inglês), concedeu efeito suspensivo e Rony está liberado para jogar o Derby desta quarta-feira (22).

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN por um mês grátis!

Além da suspensão, a punição inicial do jogador envolve o pagamento de uma multa de aproximadamente 1,2 milhão de dólares (R$ cerca de R$ 6 milhões), com acréscimo de 5% de juros a partir de março de 2019 até a data do pagamento, cujo prazo limite é de 30 dias.

O Athletico também havia sido proibido de registrar novos jogadores nas próximas duas janelas de transferência.

E como fica a punição?

Com o pedido de efeito suspensivo, feito pelo departamento jurídico do Palmeiras e concedido pela Fifa, Rony está novamente liberado para jogar pelo Palmeiras. A defesa do jogador também entrou com recurso, mas isso não significa que a punição esteja cancelada. 

O CAS voltará a julgar o caso para analisar o recurso da defesa e, somente então, dará um novo veredicto. Após a decisão, não há mais como recorrer. 

Porém, até lá, Rony estará apto a jogar pelo Palmeiras. A punição, que ainda pode ser mantida, é válida por um período de quatro meses.

Por que Rony foi punido?

Ainda quando era jogador do Cruzeiro, Rony foi emprestado por um ano ao Albirex Niigata, do Japão. Na ocasião, o clube japonês se via sem condições de exercer a compra do atleta em definitivo por conta de uma pendência tributária.

No entanto, segundo o Albirex Niigata, assim que a situação se resolveu, a aquisição do atacante foi acertada pelo período de três anos. Contudo, ao final do período de empréstimo, Rony alegou não ter assinado o vínculo e retornou para o Brasil.

Então o caso foi levado à Fifa para julgamento e a decisão foi inicialmente favorável ao clube japonês. 

Durante o processo, todos os clubes que manifestaram interesse em contratar Rony estiveram cientes do imbróglio. Mesmo assim, Rony fechou com o Athletico, onde foi campeão da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana de 2019, e neste ano acertou sua ida ao Palmeiras.