“Inadmissível”, São Paulo não será campeão brasileiro e Palmeiras comemora

Empate no clássico dentro do Morumbi acabou com qualquer chance de título do Tricolor neste Campeonato Brasileiro

Durante a maior parte deste Brasileirão 2020, o São Paulo foi o grande candidato ao título. Afinal de contas, o Tricolor Paulista liderou na maior parte da competição e chegou a abrir até sete pontos de vantagem para o segundo colocado. No entanto, uma impressionante queda de rendimento na virada de 2020 para 2021 fez o time despencar na tabela ao vencer apenas um de nove jogos disputados – e resultando na demissão do técnico Fernando Diniz.

Mas antes de enfrentar o Palmeiras, em clássico atrasado válido pela 34ª rodada, o São Paulo ainda podia se permitir sonhar com o título brasileiro: precisava vencer o clássico, bater o rebaixado Botafogo, torcer por um empate entre Flamengo e Internacional... e depois bater justamente o Flamengo, em duelo direto na última rodada. O sonho esteve vivo quando Luciano abriu o placar contra os alviverdes dentro do Morumbi, mas assim como aconteceu na campanha do conjunto são-paulino a esperança ruiu na reta final. O gol marcado por Rony decretou o empate por 1 a 1 e acabou com qualquer chance de título para o Tricolor. Apenas Inter e Flamengo (que se enfrentam neste domingo) têm chances de título.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Artilheiro do São Paulo (que na próxima temporada terá Hernán Crespo como técnico) e um dos goleadores do Brasileirão, Luciano lamentou o destino selado, disse que a queda de rendimento foi “inadmissível” e agora se concentra em garantir uma vaga direta para a fase de grupos da Libertadores da América – o Tricolor tem apenas dois pontos a mais em relação ao Fluminense, quinto colocado no certame.

“Mais um gol, feliz por ele, mas triste pelo resultado. É difícil explicar para o torcedor o que aconteceu. É inadmissível a gente estar, até um tempo atrás, com sete pontos de vantagem e não ter mais chances de título. É pedir desculpas, e agora tentar buscar a vaga direta para a Libertadores", disse Luciano para o Premiere.

Se houve quem saísse feliz foi o Palmeiras. Campeão paulista sobre o Corinthians e da Libertadores, em final vencida sobre o Santos, além de ser finalista da Copa do Brasil, o Alviverde já tem a certeza de que não testemunhará um rival de São Paulo levantar algum título. Além da preparação para a final nacional contra o Grêmio, acabar com a chance de título de mais um grande rival foi outro estímulo para o time treinado por Abel Ferreira.

“A gente comemorou bastante porque afastamos o título Brasileiro do São Paulo. O Palmeiras luta até o final, foi assim na Libertadores, no Paulista e hoje. Não foi só um ponto, tiramos a chance de título do nosso rival”, disse o palmeirense Felipe Melo, também ao Premiere FC, após o empate.

Fechar