Felipão Scolari Palmeiras Grêmio Libertadores 27082019

Grêmio fecha com Felipão: os bastidores da volta de Scolari

Luis Felipe Scolari deve ser anunciado em breve como novo treinador do Grêmio. Aos 72 anos, o histórico treinador retorna para sua quarta passagem na equipe de Porto Alegre.

A contratação de Felipão é uma vitória do CEO do Grêmio, Carlos Amodeo, que não tem um bom relacionamento com Renato Portaluppi, que foi especulado para retonar ao time após a breve passagem de Tiago Nunes. A volta de Portaluppi foi cogitada justamente após Scolari perder força nos bastidores gremistas, mas o jogo virou.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Jorge Machado, empresário de Felipão, tem uma boa relação com o clube gremista e com Amodeo, o que facilitou as tratativas, embora Felipão não fosse o favorito para assumir o cargo. Inclusive, segundo fontes contaram à Goal, as lideranças dos jogadores no vestiário gremista chegaram a ligar para Renato. Felipão e sua comissão não agradam o vestiário.

Se o cenário fosse outro, como apurou a Goal, Scolari teria sido anunciado ainda na segunda-feira (5), horas depois da demissão de Tiago Nunes, mas Amodeo conveceu o conselho de administração e o presidente Romildo Bolzan Jr. Com o treinador, chegam também o auxiliar Paulo Turra e treinador de goleiros Carlos Pracidelli.

Felipão deve reestrear pelo Grêmio em um Gre-Nal. No próximo sábado (10), às 16h30 (de Brasília), o Tricolor enfrenta o Internacional na Arena. Antes, os gremistas entram em campo nesta quarta-feira (7), em duelo contra o Palmeiras no Allianz Paque.

Esta será a quarta passagem de Felipão pelo Grêmio. Assumiu pela primera vez em 1987, retornando em 1993, quando teve uma passagem de muito sucesso e ficou até 1996. Em 2014, após comandar o Brasil no 7 a 1 para a Alemanha na Copa do Mundo, retornou ao Tricolor.

Ao todo, soma 212 jogos no comando da equipe gremista, com 97 vitórias, 55 empates e 60 derrotas. Conquistou uma Libertadores, um Brasileiro, uma Copa do Brasil, três campeonatos gaúchos e uma Recopa Sul-Americana.

O último trabalho de Felipão foi no Cruzeiro. Entre o fim de 2020 e o início de 2021, assumiu o time mineiro durante a disputa da Série B.

Publicidade