Notícias Placares ao vivo
Liga dos Campeões da UEFA

Cristiano Ronaldo e Real Madrid: um divórcio explicado na Liga dos Campeões

11:45 BRT 11/08/2020
Cristiano Ronaldo Real Madrid Zidane Champions League
Nem o português nem o clube madrilenho conseguiram chegar à final da Champions League desde que se separaram, há dois anos

Nem o Real Madrid nem a Juventus estarão em Lisboa para a disputa do "Final Eight" da Liga dos Campeões, que começa já nesta quarta-feira, 12. A Velha Senhora e os merengues, protagonistas nos últimos anos na competição europeia, fracassaram nesta temporada.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN por um mês grátis!

Nas duas últimas temporadas, o Real Madrid não consegue sequer avançar além das oitavas de final, justamente desde quando Cristiano Ronaldo deixou Madri e foi para Turim. Na temporada passada, a eliminação para o Ajax em pleno Santiago Bernabéu após a goleada por 4 a 1 resultou na demissão de Solari.

Este ano, o time de Zinedine Zidane venceu a LaLiga jogando bem, especialmente após a retomada da competição. Em sua competição favorita, porém, o tricampeão europeu como treinador não conseguiu repetir o sucesso e viu sua primeira eliminação acontecer diante do Manchester City.

A trajetória merengue na Liga dos Campeões, porém, foi irregular desde a fase de grupos, com as duas derrotas para o PSG e sofrendo em jogos contra times mais fracos como Galatasaray e Brugge. O time parece sentir a falta de Cristiano Ronaldo, maior artilheiro e maior ganhandor na era moderna da competição.

Cristiano Ronaldo também sofre longe de Madri

Da mesma forma, a saudade de Cristiano Ronaldo do Real Madrid parece ser recíproca. Embora tenha brilhado em algumas noites com a camisa bianconeri, como o hat-trick contra o Atlético de Madrid em 2018/19, mas ele não conseguiu dar ao time o tão sonhado título europeu, que a Velha Senhora ainda não conquistou no século 21.

Na temporada passada, assim como o Real Madrid, foi o Ajax o grande algoz da Juve, nas quartas de final. Este ano, foi a vez do Lyon acabar com os sonhos do time bianconeri ainda nas oitavas e, consequentemente, resultando na pior Liga dos Campeões do camisa 7 em 11 anos.

Real Madrid, Cristiano Ronaldo e a Liga dos Campeões eram a combinação perfeita. Porém, desde que foram separados, clube e jogador perderam boa parte de sua magia.