Notícias Placares ao vivo
Eliminatórias para a Eurocopa

Alemanha leva quatro da Holanda e desce a ladeira com Low

18:10 BRT 06/09/2019
Nico Schulz Germany 06092019
Os insucessos têm sido cada vez mais comuns desde o título mundial conquistado no Maracanã

De exemplo positivo, pelo título mundial de 2014, a negativo após o final daquela geração. Nesta sexta-feira (06), a seleção alemã sofreu uma nova derrota marcante para a Holanda: 4 a 2, de virada, dentro de casa, em duelo válido pela quarta rodada das Eliminatórias para a Eurocopa de 2020.

Em Hamburgo, Serge Gnabry abriu a contagem para os alemães logo aos 9 minutos, dando a impressão de que a noite seria de felicidades no Volksparkstadion. No entanto, os holandeses viraram no segundo tempo, com gols de De Jong e um gol-contra de Jonathan Tah. Toni Kroos empatou, de pênalti, aos 73’, mas já no final da contenda Donyell Malen recolocou a Holanda na frente e, nos acréscimos, Wijnaldum sacramentou o 4 a 2.

Acompanhe o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser: assine o DAZN e ganhe um mês grátis para experimentar

O resultado fez com que a equipe treinada por Ronald Koeman se aproximasse da Alemanha no Grupo C, liderado de forma impressionante pela Irlanda do Norte (12 pts). Os alemães seguem com 9 pontos somados, na vice-liderança, enquanto os holandeses chegaram a 6 de pontuação. Os dois primeiros de cada chave asseguram vaga na Euro 2020.

Mais um ponto baixo nesta nova Alemanha de Löw

(Foto: Getty Images)

Desde que foi apontado como treinador da seleção alemã, em 2006, Joachim Löw ainda não havia visto sua equipe ser derrotada, em jogos competitivos, por quatro gols. A marca negativa é apenas mais uma de uma coleção de insucessos recentes, iniciados da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, com os então campeões sendo eliminados ainda na fase de grupos.

Depois, a seleção alemã disputou e foi rebaixada para a segunda divisão da UEFA Nations League – inclusive sendo derrotada por 3 a 0 para os holandeses, que terminaram com o vice-campeonato. A posição de Löw chegou a ficar ameaçada, mas o técnico teve seu contrato renovado. A missão, contudo, segue a mesma: renovar absolutamente um plantel que está longe de ser o mesmo do campeão no Maracanã, em 2014.

Os alemães voltam a campo nesta segunda-feira (09), para enfrentarem a Irlanda do Norte. Já a Holanda joga contra a Estônia no mesmo dia.