"Legado de Dunga": Seleção de Tite tem base do antecessor

CompartilharFechar Comentários
Principais nomes e até apostas de Tite passaram pela mão do ex-treinador da Canarinho

Quando assumiu a Seleção Brasileira, Tite tinha a difícil missão de tirar o Brasil da situação complicada em que vivia na tabela de classificação para a Copa do Mundo. Mas o treinador fez mais do que isso, além de garantir a vaga de forma antecipada, ele resgatou o orgulho do torcedor que estava abalado com os recentes fracassos da Canarinho.

Há pouco mais de um ano, Tite assumiu o cargo que pertencia ao muito criticado Dunga, o capitão do tetra havia comandado a equipe na Copa de 2010 e foi chamado novamente após o vexame dos 7 a 1, na Copa do Brasil. Sob muitas críticas e um difícil relacionamento com a imprensa, ele não resistiu a queda precoce na Copa América Centenário e foi demitido do cargo.

Dunga Brasil x Peru Copa America 12 06 16
(Foto: Getty Images)

Ainda que os resultados de Dunga não tenham sido muito satisfatórios, ele deixou sim um legado para Tite e o próprio atual comandante faz questão de ressaltar vez ou outro durante duas entrevistas coletivas. Do atual "time base" de Tite, a maioria tinha vaga cativa no trabalho do ex-treinador da Seleção.

No gol, por exemplo, Alisson ganhou a titularidade em 2015 e não saiu mais da meta, nem mesmo diante de todos os questionamentos feitos em cima do fato de que no ano passado não era titular da Roma e, com isso, atuava pouco para ser o dono da camisa número 1 brasileira. Na zaga, Miranda era um dos homens de confiança de Dunga e segue sendo com Tite, ele é ao lado de Renato Augusto uma espécie de capitão, muitas vezes sem a faixa.

Alisson Brasil 05 10 16
(Foto: Lucas Figueiredo / MoWa Press / Divulgação)

Marquinhos também era um nome que figurava nas convocações de Dunga, apesar de ter sido banco para Gil na Copa América Centenário. No meio-campo, Fernandinho, que jogou quase o mesmo número de jogos que Casemiro também é um legado de Dunga. Dani Alves e Filipe Luis, que ainda que não seja o titular absoluto, já foi até capitão com Tite.

Dani Alves Dunga 12102015 Brazil
(Foto: Leo Correa / MoWa Press / Divulgação)

Renato Augusto, já citado, foi trazido por Dunga no final de 2015, desde então virou peça importante da equipe e exerce uma função em que Tite ainda busca uma "sombra" para o meia. Mais a frente, Coutinho também fazia parte do grupo de Dunga, mas não conseguia jogar tão bem como vem jogando agora e Willian, praticamente o décimo segundo jogador de Tite, era o atleta mais regular do elenco do ex-treinador da Seleção.

Mais artigos abaixo
Willian Brazil Ecuador Eliminatorias 2018 31082017
(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Nesta última convocação, Tite também trouxe mais nomes que eram "apostas" de Dunga, Tardelli, Fred e Danilo eram peças que vinham ganhando oportunidade nas Eliminatórias e que até a última lista não haviam mais sido convocados. 

Na próxima terça-feira(10), o Brasil de Tite encara o Chile no encerramento das Eliminatórias. Desde que o treinador assumiu a equipe, a Seleção não saiu de campo com nennhuma derrota no torneio. 


VEJA TAMBÉM:


Próximo artigo:
Pedro supera expectativa e afasta sombra de Henrique Dourado
Próximo artigo:
Real Madrid estaria de olho em Alex Telles
Próximo artigo:
Flamengo e São Paulo vencem clássicos e disparam nos primeiros lugares na 14ª rodada do Brasileirão
Próximo artigo:
Roma fecha a contratação de Malcom por 38 milhões de euros
Próximo artigo:
Ex-companheiro "entrega" no Instagram acerto de Golovin com o Chelsea
Fechar