Renato provoca "seleção" do Flamengo e Jesus: "tem 65 anos e nunca treinou grande na Europa"

Comentários()
Getty
Técnico volta a falar que o Grêmio é quem joga o melhor futebol no Brasil e reforça sonho em treinar a seleção

Grêmio e Flamengo iniciam na próxima quarta-feira (2) a luta por uma vaga na grande decisão da Copa Libertadores. E, além da qualidade das equipes dentro de campo, o duelo entre treinadores fora dele também chamará atenção. Em entrevista ao quadro "Fala, Casão", da Globo, Renato Gaúcho voltou a provocar o rechado elenco rubro-negro, além de cutucar o técnico Jorge Jesus.

"Tenho admiração por ele, pela maneira que trabalha. Mas ele está com 65 anos e só treinou clubes em Portugal. Já que os técnicos brasileiros são ultrapassados, por que não saiu de Portugal e não treinou outro grande da Europa?", questionou.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste o serviço por um mês grátis!

"Eu só discordo quando tem treinador de dois, três meses [e falam que é o melhor]... Não é o melhor do Brasil. O Jesus, o Sampaoli, o que ganharam? Estão fazendo ótimos trabalhos, mas o trabalho no futebol é resultado", pontuou.

Jorge Jesus Internacional Flamengo Libertadores 28082019
(Foto: Getty Images)

Renato, há tempos, afirma em suas entrevistas que o Grêmio é quem pratica o melhor futebol do Brasil, apesar do crescimento atual do Flamengo, e discorda de quem diz o contrário. "Não, não porque daqui a pouco, três meses pode acabar o melhor futebol. O Grêmio não, vem há três anos. O Flamengo, junto com o Palmeiras, tem o melhor elenco", ponderou.

"O Flamengo tem obrigação de jogar o melhor futebol pela qualidade do elenco, praticamente tem uma seleção, parece um time da Europa", continuou. "O Grêmio gastou R$ 7, R$ 8 milhões, o Flamengo, R$ 200 milhões. Se me derem quase 200 também vou fazer uma seleção e vou ter obrigação de jogar o melhor futebol e conquistar títulos", completou Gaúcho.

O treinador se mostrou confiante para o confronto que terá início na Arena Grêmio. "Tô tranquilo, porque confiio muito no meu clube. O Grêmio revela jogadores,vende e conquista titíulos. Não é só jogar bonito, tem que ganhar título. Você jogando pra ganhar vai estar muito mais perto da vitória do que de perder. Claro que vai perder, mas a probabilidade de vencer é maior", afirmou.

Estilo de jogo do Grêmio

O Grêmio se destacou nos últimos anos pelo estilo de futebol ofensivo e que rendeu títulos expressivos ao clube, como a conquista da Copa Libertadores e da Copa do Brasil. "O Grêmio tem pontos fundamentais: qualidade dos jogadores, jogar pra frente, e também valorizar a posse de bola. É inacreditável que tem times que não gostam da bola, o jogador nao gostar da bola, é inacreditável, você vai se desgastar muito mais sem a bola. Meu time gosta da bola, fica com ela, cria chances e ganha títulos", afirmou.

Os momentos de Luan e Everton

Everton Luan Gremio Estudiantes Copa Libertadores 28082018
(Foto: Lucas Uebel/Getty)

"O Luan foi o melhor das américas em 2017, cansei de falar que era o melhor do futebol brasileiro. Da noite pro dia teve uma queda muito grande, converso com ele todos os dias, sinto que ele passa por um momento não muito bom, mas tem todo o apoio do grupo e do treinador", disse.

"O Everton é excepcional, quando ele joga a probabilidade de vencer é maior", completou.

Mais artigos abaixo

Sobre ser apontado como possível treinador da seleção brasileira

"Me sinto feliz, quando tinha 18 anos meu sonho era chegar como jogador e fiquei por dez anos. Hoje sonho, lógico. A seleção está muito bem servida com o Tite. Trabalho no meu clube, busco os melhores resultados pra chegar a oportunidade. Se vai chegar ou não, não sei, mas estou preparado", revelou.

"Acho que o Brasil tem bons treinadores que têm capacidade para treinar a seleção. Não sou contra estrangeiros trabalharem no Brasil, sou contra estrangeiro na seleção", finalizou.

Fechar