Predador ou presa? United deslancha na Champions, mas ainda precisa repetir desempenho na Premier League

Comentários()
Com boas apresentações de Rashford, United venceu seus dois jogos na Liga dos Campeões, mas ainda não ganhou em casa no inglês

Já faz alguns anos que o Manchester United não é o time mais temido da Inglaterra. Desde a saída de Alex Ferguson, em 2013, o clube do noroeste inglês tenta se reconstruir e voltar ao lugar de protagonismo que ocupou por muito tempo. Por isso, más campanhas não são exatamente novidades para os torcedores do clube. Nessa temporada, porém, acontece um fato curioso. Na Liga dos Campeões os Red Devils conseguiram duas vitórias 'maiúsculas', enquanto na Premier League os comandados de Solskjaer parecem patinar.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e faça o teste por um mês grátis!

É curioso notar essa inversão de protagonismo. No campeonato que se acostumou a dominar e sobrar, o United vai mal e ainda não conseguiu sequer vencer em casa na atual temporada. Foram três partidas da Premier League no Old Trafford, com duas derrotas - uma delas o vexaminoso massacre por 6 a 1 do Tottenham - e um empate. Atualmente o United ocupa a 15ª posição no inglês.

Já na Liga dos Campeões, os Diabos Vermelhos parecem outro time. Com uma arrancada de 100% a equipe disputou dois jogos e venceu os dois. Uma suada e inesperada vitória sobre o PSG, em Paris, e uma goleada em casa sobre o hypado RB Leipzig, de Julian Nagelsmann.

Goal 50 Revelado: Os 50 Melhores Jogadores do Mundo

A situação do Manchester United é difícil de entender. O técnico Ole Gunnar Solskjaer parece estar na corda bamba há algum tempo, mas algumas vitórias específicas parecem ajudá-lo a manter-se no cargo, como foi o caso do bom resultado sobre o PSG.

O maior trunfo da equipe vermelha em mais uma temporada tem nome e sobrenome: Marcus Rashford. O jovem atacante inglês, que também vem se destacando pelo seu trabalho humanitário com crianças em seu país, é quem tem ajudado a conseguir resultados importantes para o clube.

Ele marcou o gol da vitória sobre o PSG, e ajudou a massacrar o RB Leipzig na segunda rodada. O camisa 10 começou no banco de reservas, assim como Bruno Fernandes, e depois que entraram os dois mudaram o panorama da partida. Até então o United conseguia uma vitória difícil por 1 a 0, mas após a entrada da dupla os Red Devils venceram o duelo por 5 a 0, com três gols de Rashford.

Mais artigos abaixo

As próximas semanas do Manchester United serão complicadas. O time inglês recebe o Arsenal no domingo (1), depois viaja à Turquia para enfrentar o Istanbul Basaksehir na quarta-feira (4), depois, no sábado (7) mede forças com o Everton, no Goodison Park, pela Premier League.

A boa arrancada na Champions League já deixa o time levemente mais tranquilo, mas os compromissos pelo campeonato nacional mostram que Solskjaer não terá vida fácil. Se quiser realmente se firmar no comando do maior campeão inglês, precisará, no mínimo, equilibrar as performances nas duas competições.

Fechar