Notícias Placares ao vivo
Paris Saint Germain

Mbappé comemora afinidade com Neymar e comenta expectativas do PSG: "Champions League ainda é uma etapa distante"

22:14 BRST 13/11/2018
Mbappe Neymar PSG
O craque francês também falou sobre a admiração que tem de Pelé e "montou" o jogador ideal com CR7, Messi, Ney e Buffon

Kylian Mbappé se transformou, com apenas 19 anos, em uma das maiores estrelas do futebol. Destaque no título mundial conquistado pela França na Copa de 2018, o atacante não esconde a felicidade com o reconhecimento e o estrelato que conquistou através do seu talento e revelou ter uma excelente relação com Neymar, seu companheiro de time no PSG.

“É uma vida diferente, que eu sempre busquei. Mas vivo naturalmente, como todo mundo, tenho minha casa, meus amigos. Quero viver naturalmente, mesmo sendo difícil por ser famoso”, disse em entrevista para a ESPN Brasil.

“O PSG não para de crescer desde que o novo dono chegou, e nós precisamos crescer junto com o clube antes de pensar em vencer uma Champions League, que deve ser a última etapa. O clube tem consciência dessas etapas e, se todos fizerem a sua parte, isso virá naturalmente. Mas, com o nosso potencial, claro que a Champions será o objetivo em algum momento”, seguiu.

Sobre Neymar, Mbappé falou sobre o início de relação com o astro brasileiro e revelou contato até com o filho do camisa 10: “Nos falamos desde antes de eu chegar ao PSG, ele já estava e eu sabia que viria também, ele me perguntava quando eu chegaria, como. No começo era difícil, eu não falava muito bem o inglês, ele não falava francês. Agora os dois falam bem inglês, com a comunicação as afinidades começam a surgir”.

(Foto: Getty Images)

“Ele (o filho de Ney) vai aos treinos quando está em Paris, joga bola com a gente. É bom poder inspirar as novas gerações, eu mesmo já estive no lugar deles e fui fã de outros atletas. Fui fã do Neymar”.

Fã de Pelé, com quem vem construindo uma relação de admiração mútua desde os seus gols na Copa do Mundo, o jovem francês classificou o maior jogador da história como “único”, mas o colocou de fora ao montar o que considera ser um futebolista ideal.

“É difícil essa comparação, acho que ninguém pode fazer como ele fez. Só existe um, ele é único. Não dei muita atenção a isso, pois ninguém nunca será como ele”, disse sobre Pelé, antes de montar o jogador perfeito: “Eu pegaria o pé esquerdo do Messi, o pé direito do Neymar, a mentalidade de Cristiano Ronaldo e a classe de Buffon”.