Gabigol e vulcão: mais dois problemas para o pressionado Flamengo no Equador

Comentários()
Além do problema físico do atacante, atividades ao ar livre da equipe foram canceladas devido a cinzas do vulcão Sangay

Além dos problemas em campo, o Flamengo não está com sorte. Neste domingo (20), além de ter descoberto lesão na coxa direita de Gabigol, que praticamente tirou o atacante da partida da próxima terça-feira (22), às 19h15 (de Brasília), contra o Barcelona, de Guayaquil, a cidade onde o Rubro-Negro está foi afetada pela chegada de cinzas do vulcão Sangay.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Localizado em Morona Santiago, o vulcão que entrou em atividade cancelou o treinamento que seria comandado por Domènec Torrent, que foi até questionado no comando da equipe. As atividades ao ar livre foram impedidas no local, segundo informações do site GE. Apesar de não ser tóxica, a fumaça é corrosiva e pode causar problemas respiratórios. O aeroporto também foi fechado.

Após a goleada por 5 a 0 sofrida para o Independiente Del Valle, pela Libertadores, na última quinta-feira (17), o clube brasileiro permaneceu em solo euqatoriano. O Fla é o segundo do Grupo A, com seis pontos, três a menos que o Independiente del Valle e três a mais que o Junior Barranquilla. O Barcelona é o último, sem pontos.

Sobre a lesão de Gabriel Barbosa, as resdes sociais do Flamengo informaram que o jogador iniciou tratamento para acelerar a recuperação para tentar estar em campo na próxima partida da Liberta.

Fechar