Notícias Placares ao vivo
Flamengo

Flamengo não quer o Renato Gaúcho, quer os títulos que ele conquistou pelo Grêmio

14:40 BRT 05/04/2018
Renato Gaucho Gremio campeao Copa Libertadores 29112017
Torcida e diretoria buscam um Salvador da Pátria para voltar a sorrir e ter um 2018 feliz

Carente de um título importante, principalmente depois do crescimento financeiro e estrutural do Flamengo, diretoria e torcida parecem terem algo em comum neste momento, ambos não querem um treinador e sim um Salvador da Pátria.

Foi assim ao implorar pela chegada de Reinaldo Rueda, que não veio para fazer um trabalho e sim para conquistar títulos, o critério não foi a forma de comandar ou de suas equipes atuarem, mas as taças que ele conquistou com o Atlético Nacional, o mesmo vale no caso de Renato Gaúcho.

Anteriormente perseguido por grande parte da torcida do Flamengo, Renato, depois de conquistar taças importantes pelo Grêmio, virou curiosamente uma solução absurda para o Rubro-Negro, o mais curioso é que antes de chegar ao Tricolor Gaúcho, sequer havia sido cogitado no clube da Gávea. 

Todos os treinadores da era Bandeira de Mello:

Tanto parte da torcida como grande parte da diretoria Rubro-Negra, sonham com Renato Gaúcho, querem a todo custo tira-ló do Grêmio, onde ele, enfim, foi reconhecido como bom treinador. Mas a chegada do atual comandante gremista não seria para desenvolver um trabalho, mas sim para dar respostas imediatas. 

Não vai fazer fácil fazer torcida nem diretoria entenderem que, o ano começou com planejamento equivocado, desde a saída de Rueda a chegada de Carpegiani. Ou seja, o Rubro-Negro perdeu pelo menos três meses de preparação a longo prazo na temporada e parece que qualquer treinador que chegue terá como obrigação levantar taças, ainda que não tenha participado do planejamento.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

De olho no seu Salvador, já que tem apenas 8 meses até o final do ano e consequentemente as eleições, a atual diretoria prepara uma oferta para Renato Gaúcho, no que considera um tudo ou nada para levantar uma taça não vê seu bom legado em outras áreas serem completamente ignorados por conta do insucesso dentro dos gramados.