Final do Brasileirão entre Flamengo e Internacional já começou nos bastidores

Presidentes dos clubes trocam farpas antes do confronto que pode decidir matematicamente o Campeonato Brasileiro já no próximo domingo

O Campeonato Brasileiro é de pontos corridos, mas o duelo entre Flamengo e Internacional será uma verdadeira final para as duas equipes. Mas apesar de a bola rolar apenas no próximo domingo (21), a decisão do Brasileirão já começou nos bastidores, com os presidentes dos dois clubes trocando farpas através da imprensa. 

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Tudo começou no último domingo (14), quando Alessandro Barcellos, presidente do Inter, concedeu entrevista coletiva após a vitória por 2 a 0 sobre o Vasco da Gama. Nela, o dirigente Colorado manifestou seu descontentamento com algumas decisões da arbitragem nos últimos jogos do clube e afirmou que não iria aceitar “interferências externas” no Brasileirão, que tem apenas mais duas rodadas pela frente. 

“Hoje teve um pênalti que não existiu. O atleta do Vasco chuta o chão, e o Cuesta ganha o cartão amarelo, está fora do próximo jogo. Estamos em uma semana decisiva. O Patrick na semana passada toma um cartão amarelo e fica fora do jogo de hoje por uma pretensa simulação. Hoje os jogadores do Vasco fizeram isso duas vezes e nada foi marcado”, reclamou o dirigente. 

“Precisamos falar em nome do clube, dizer que não aceitamos este tipo de arbitragem, este tipo de movimento que estamos vendo. Estamos atentos. É a hora da onça beber água, e queremos que o resultado de campo seja justo. Não vamos aceitar interferências externas no campeonato, ele precisa se definir dentro das quatro linhas (...) Temos um confronto direto agora, estamos num momento decisivo, e precisamos registrar nossa inconformidade", acrescentou. 

Alessandro Barcellos presidente do Internacional

A fala aconteceu exatamente uma semana antes da grande decisão entre Flamengo e Inter, que pode decidir o Brasileirão matematicamente já na 37ª rodada. Com isso, Marcos Braz, presidente Rubro-Negro, utilizou a imprensa para responder Alessandro Barcellos, afirmando que o dirigente Colorado não estava acostumado a chegar em finais e que essa era uma tentativa de pressionar a arbitragem para a decisão do próximo domingo.

“Acho que o que o presidente falou lá é até em função de que ele não está acostumado a chegar nas finais. Acho que ele está empolgado. Ninguém vai chegar e meter qualquer tipo de pressão, com o maior respeito do mundo que a gente tem pelo Internacional. Mas o presidente ficar gritando lá e falando não adianta. A CBF está atenta e o Flamengo está atento”, respondeu. 

“Já passei da fase de discutir pela imprensa. O que a gente tem que fazer é totalmente diferente do que ele está fazendo. Acho que ele não está acostumado e está empolgado. Até merece, o time dele está bem. Mas tem que ir devagar com a louça o pessoal lá do Sul (...) Quando ele fala e quer botar pressão em um jogo futuro, em uma situação mais adiante, enfim, é uma piada isso”, completou Braz.

Marcos Braz Flamengo 2019

Mas a resposta não agradou em nada Alessandro Barcellos, que também aproveitou a oportunidade para ‘cutucar’ o dirigente Rubro-Negro. Em entrevista ao Seleção SporTV, nesta quarta-feira (17), o presidente Colorado disse que a fala de Marcos Braz não passava de uma “artimanha” para tirar o foco da partida, e que sua postura deveria ser evitada pelos dirigentes do futebol brasileiro.

“Eu sou daqueles que acha que o futebol brasileiro, pela envergadura que tem, precisa ter dirigentes com a mesma envergadura, que possam abrilhantar que os protagonistas sejam jogadores, comissões técnicas e instituições. Este protagonismo cabe aos clubes. Muitas vezes, a postura de um ou outro dirigente faz se misturar essa imagem para o clube”, disse Barcellos.

“Eu prefiro acreditar que ele (Braz) se referia a mim, não ao Inter. O Inter é muito forte. Isso é mais um exemplo daquilo que a gente tem que superar no futebol. São artimanhas de tirar o foco daquilo que é o principal, que é o jogo no final de semana”. 

É claro que trocas de farpas como essa são comuns antes de grandes decisões e servem para apimentar ainda mais um duelo que já tem tudo para ser bem quente. 

Se o Inter vencer, sairá do Maracanã com o título brasileiro matematicamente garantido. Já em caso de vitória do Flamengo, o Rubro-Negro abre dois pontos de vantagem e se coloca em ótimas condições de conquistar o bicampeonato. Além disso, a partida também marca o reencontro de Abel Braga com o clube carioca. Ingredientes que fazem do jogo uma verdadeira final.

Fechar