Notícias Placares ao vivo
Grêmio

Everton Cebolinha se emociona em discurso de adeus ao Grêmio: “dever cumprido”

00:03 BRT 06/08/2020
Everton Cebolinha Palmeiras Grêmio Libertadores 27 08 2019
O ídolo do tricolor já falou em tom de despedida após vitória sobre o Inter e reconheceu estar a detalhes do Benfica

Everton Cebolinha foi um dos melhores em campo na vitória por 2 a 0 do Grêmio sobre o Internacional, nesta quarta-feira (05), resultado que levou o Tricolor ao título do segundo turno do Gauchão 2020 e garantiu ao clube vaga para a finalíssima do estadual. E ainda que não tenha feito gols, o meia-atacante terminou o clássico com o protagonismo por ter, provavelmente, feito a última de suas 274 partidas pelo Imortal.

Quer ver o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e assine o DAZN!

Ainda em meio às comemorações pela vitória sobre o arquirrival, Cebolinha, que participou das jogadas de ambos os gols, recebeu a faixa de capitão para levantar a taça e reconheceu estar a detalhes de se transferir para o Benficaconforme já havia adiantado a Goal Brasil.

“Nós perdemos o título do primeiro turno. Sabíamos que hoje era obrigação ganhar aqui”, disse ao Premiere antes de falar sobre sua situação no Grêmio.

“Então, pode ser o último (jogo) como não pode. Vou saber durante a semana. Faltam alguns detalhes. Realmente situação está bem avançada”.

“Quero agradecer muito a este clube. Creio que se foi meu último jogo eu fecho com chave de ouro, como capitão...”, seguiu, já com tom de despedida e emocionado. “Faltam alguns detalhes, coisas burocráticas, porcentagens”.      

“Saio com a sensação de dever cumprido. Foram oito anos neste clube (...) Tenho uma história aqui. Cheguei com 16 anos, ganhei vários títulos”.

“Muita gratidão. Só agradecer a todo o carinho e aprendizado que tive aqui dentro. Não nasci gremista, mas ao longo da minha vida aprendia amar o Grêmio”, completou.

Everton Cebolinha marcou 69 gols pelo Tricolor, onde conquistou a Copa do Brasil (2016), Libertadores (2017), Recopa Sul-Americana (2018) e dois campeonatos gaúchos (2018 e 2019).