De Borja até Mendieta, Palmeiras cobra e é cobrado na FIFA; entenda

O Verdão moveu uma ação por dívida e tem três contra si, veja

No futebol, notícias de clubes cobrando ou sendo cobrados por dívidas na Fifa têm sido cada vez mais comuns e, nesta história, o Palmeiras não ficou de lado. O Verdão tem três ações movidas contra si e uma que ele próprio moveu na entidade.

Por negócios envolvendo Iván Angulo, Miguel Borja e Matías Viña o clube paulista está sendo cobrado na Fifa, enquanto por William Mendieta foi o Palmeiras quem recorreu à justiça.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN com um mês grátis!

Veja como está a situação de cada um:

ANGULO

O Palmeiras está sendo cobrado pelo Envigado, clube colombiano do qual comprou o jogador, por uma dívida na transação.

Em 2019, o Verdão exerceu o direito de compra do atacante, no valor de US$ 3 milhões, que equivalia a R$ 11,7 milhões na época. De acordo com o Uol, no final do ano a dívida já estava na casa dos R$ 12,153 milhões.

Neste caso, porém, o Palmeiras está esperando que os colombianos retirem a ação na Fifa, já que ambos já entraram em um acordo quanto a dívida.

Hoje, Angulo está emprestado ao Cruzeiro.

BORJA

Miguel Borja Palmeiras Godoy Cruz Libertadores 30072019 Foto: Miguel Schincariol/Getty

Borja chegou ao Palmeiras em 2017, vindo do Atlético Nacional, por  US$ 10,5 milhões (cerca de R$ 33 milhões naquele ano), relativos à  70% dos direitos do jogador.

No contrato, havia uma cláusula de que os colombianos receberiam mais US$ 3 milhões, caso o centroavante não fosse negociado antes de agosto de 2019.

Borja, não foi negociado, mas o Palmeiras disse interpretar o contrato de maneira diferente não pagou o valor ao Atlético, que recorreu à Fifa. 

Os colombianos receberam a razão na ação em abril, mas o Palmeiras recorreu na Corte Arbitral do Esporte e crê em um acordo.

Borja, sem sucesso no Verdão, atualmente, está emprestado ao Junior Barranquilla, da Colômbia.

VIÑA

Viña Palmeiras apresentação Foto: Cesar Greco / SE Palmeiras

O Nacional do Uruguai é outro que moveu uma ação contra o Palmeiras, cobrando € 500 mil (cerca de R$ 3 milhões) relativos à venda do lateral Viña, no início de 2020.

Neste caso também já feito um acordo, no qual o clube uruguaio aceitou receber o pagamento até julho deste ano.

MENDIETA

William Mendieta (Paraguay) 18-03-20 Foto:Hector Vivas

O Palmeiras entrou como uma ação na Fifa, contra o Olímpia do Paraguai, cobrando US$ 450 mil (cerca de R$ 2,35 milhões), relativos a duas dívidas do clube em relação ao meia.

Mais artigos abaixo

Deste valor, US$ 75 mil são relativos à parte do pagamento pela transferência de Mendieta ao clube paraguaio, em 2017. Os outros US$ 375 mil são a parte do Palmeiras na venda do atleta ao Juárez, do México.

O Palmeiras aguarda ou uma decisão da Fifa ou ser procurado pelo Olímpia para fazer um acordo.

Fechar