Ex-companheiro de CR7, Berbatov coloca Messi acima do português: "É o melhor"

Comentários()
Getty Images
O atacante diz que o seu ex-companheiro de United é um exemplo a seguir, mas que craque do Barça é o melhor que já viu jogar

Melhor jogador do mundo eleito pela FIFA, Cristiano Ronaldo ainda está atrás de Lionel Messi de acordo com Dimitar Berbatov, seu ex-companheiro de Manchester United, que disse que a estrela do Barcelona "é o maior". 
 
Depois de ajudar o Real Madrid a conquista o bicampeonato da Champions League e levantar o troféu da La Liga na última temporada, Ronaldo conquistou o prêmio individual pela segunda vez consecutiva, terminando a frente de Messai e Neymar. 
 
Berbatov passou uma temporada ao lado do craque português em Old Trafford antes de sua saída para o Real Madrid, mas ele acredita que é o camisa 10 da Argentina e do Barça ainda é o melhor jogador.  
 
"Ele é o melhor. Ronaldo é brilhante, mas Messi é mais meu tipo de jogador ", disse Berbatov à ESPN FC." Ele vê o jogo com tanta clareza. Ele pode marcar, criar, ele é o jogador completo, o melhor provavelmente". 

Dimitar Berbatov Cristiano Ronaldo Manchester United 25042009
Foto: Getty

Berbatov mantém o português como um bom exemplo a seguir, mas diz que é a sua dedicação ao trabalho que os aspirantes a jogadores devem copiar em vez de seu estilo pessoal. 
 
"Os jogadores jovens tentam imitar os melhores jogadores como Ronaldo. Eles tentam imitar os cabelos, as roupas, os carros, os truques ", disse ele." Tento lhes dizer o quão duro Cristiano Ronaldo treinava no United e depois dos treinos. Ele só queria ser o melhor. Tudo veio depois disso". 
 
Berbatov está atualmente jogando pelo Kerala Blasters da Índia e admite que pode ser o seu último clube da carreira. Após passar por grandes clubes como Bayer Leverkusen, Tottenham e United na carreira, o jogador de 36 anos sente que ele foi muitas vezes mal interpretado pelos treinadores, mas deu crédito a Sir Alex Ferguson por ter percebido seu verdadeiro talento. 

Dimitar Berbatov Manchester United
Foto: Getty

"Eu sou um atacante e as pessoas esperam que os atacantes marque gols. Mas não me vejo como atacante ", acrescentou. 
 
"Eu gosto de' brincar' com a bola e ter a liberdade de me mover. Se os jogadores estiverem na esquerda e eu estarei na direita, você precisa confiar em mim que eu vi algo que os outros jogadores não viram. Eu gosto quando o treinador sabe disso e permite que me expresse. Senti que Ferguson confiava em mim" finalizou.

Fechar