Atlético-MG liberado para ter torcida no estádio na Libertadores: veja o que se sabe

Última atualização
Foto: Pedro Souza / Atlético

O Atlético-MG deve ser o segundo time brasileiro a voltar a jogar com público no estádio, depois apenas do Flamengo. A prefeitura de Belo Horizonte anunciou, nesta terça-feira (27), que vai autorizar a volta parcial dos torcedores. 

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Por enquanto, a medida, tomada após conversas com times e autoridades de saúde, passa a valer após a publicação no Diário Oficial, que deve acontecer nesta quinta-feira (29). O primeiro time a se beneficiar deve ser o Atlético-MG, único dos mineiros que participa de uma competição da Conmebol, no caso a Libertadores, já que a CBF ainda não liberou o público em seus eventos.

Apesar de nada ter sido confirmado oficialmente,  o jogo entre Atlético-MG e River Plate, no dia 18 de agosto, pela volta das quartas de final da Libertadores, deve marcar o retorno da torcida aos estádios de Belo Horizonte. 

Por que só Atlético-MG e Flamengo podem ter torcida no Brasil?

Até a liberação em Belo Horizonte, apenas o Flamengo, mandando seu jogo em Brasília, havia recebido público em um jogo da Libertadores desde o início das medidas sanitárias impostas por causa da pandemia de Covid-19. O motivo para que apenas estes dois times possam receber torcida tem a ver com a liberação em cada estado.

A Conmebol liberou, a partir da disputa das quartas de final da Libertadores, que os times pudessem voltar a  ter público nos estádios, desde que isso estivesse de acordo com o protocolo sanitário da cidade-sede do jogo. Até a liberação em Belo Horizonete, apenas Brasília hiavia liberado e, por isso, o Rubro-Negro carioca levou o jogo para lá, na inetnção de ter o público.

Na partida de volta contra o Defensa y Justicia, no dia 21 de julho, 5 mil torcedores estiveram presentes no Mané Garrincha para ver a goleada e classificação do Flamengo.

Outras equipes poderão seguir o mesmo caminho caso mandem seus jogos em uma destas duas cidades, ou que outras liberem o público.

Quantos torcedores poderão estar presentes no jogo?

A determinação da Prefeitura de Belo Horizonte prevê que apenas 30% da capacidade total do estádio. No caso do Mineirão, onde o Galo tem mandado seus jogos, isso equivale a cerca de 18 mil pessoas que poderão estar torcendo nas arquibancadas.

Para isso, porém, estes torcedores devem seguir uma série de protocolos impostos para a liberação, que incluem teste negativo para Covid-19 ou vacinação comprovada, uso de máscaras e distanciamento.

Quais as regras para a volta do público aos estádios de Belo Horizonte?

  • Capacidade máxima de 30%, apenas com torcedores do clube mandante;
  • Uso obrigatório de máscara e distanciamento de 1 assento vertical e 1 horizontal (mesma regra dos cinemas);
  • Teste negativo (rápido ou RT-PCR) para a Covid-19 com antecedência máxima de 72 horas;
  • Pessoas vacinadas também devem apresentar teste negativo para entrar no estádio;
  • Testes de farmácia serão aceitos, desde que levados em papel timbrado;
  • Venda de ingressos exclusiva pela internet, com obrigação de apresentação de nome e telefone (para caso de necessidade de rastreio);
  • Não haverá transporte público para os estádios;
  • Proibida a venda de bebida alcoólica;
  • Não há limitação de idade, mas a prefeitura recomenda que grávidas não compareçam.