Notícias Placares ao vivo
Flamengo

Atacante veloz, camisa 9 artilheiro e zagueiro canhoto: conheça os "reforços" do Flamengo

09:00 BRT 22/09/2020
Rodrigo Muniz Flamengo Volta Redonda Carioca 25 01 2020
Trio do sub-20 ganhará a primeira oportunidade com Domènec diante do Barcelona, no Equador, após surto de Covid-19 no elenco Rubro-Negro

Cheio de desfalques, o técnico Domènec Torrent mandou chamar quatro atletas para compor o elenco do Flamengo no duelo desta terça-feira (22) diante do Barcelona de Guayaquil, pela Copa Libertadores da América. São eles: o lateral João Lucas, que estava se recuperado de uma lesão muscular e não entra em campo desde o confronto contra o Grêmio, no dia 19 de agosto, o zagueiro Natan e os atacantes Guilherme Bala e Rodrigo Muniz. 

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Além de Diego Ribas, Bruno Henrique, Filipe Luís, Matheusinho, Maurício Isla, Michael e Vitinho, que testaram positivo para a Covid-19, Dome não conta com os lesionados Diego Alves, Gabigol e Pedro Rocha, e Gustavo Henrique, suspensos: ao todo são 11 ausências. O treinador terá dificuldades para montar a estratégia de jogo, uma vez que não tem nenhum de seus "pontas agudos" à disposição. O único jogador que pode fazer essa função é o jovem Guilherme Bala.

Confira, a seguir, uma breve apresentação das novidades rubro-negras no time principal.

Quem é Guilherme Bala? 

Aos 19 anos, o garoto se torna a única opção de mais velocidade que cai pelos lados do campo para Domènec. Sem nenhum treino com a equipe, é difícil imaginar que comece jogando, embora possa ser acionado no decorrer do jogo. O atleta chegou ao Flamengo em 2019 e é cria do Madureira. 

O apelido, é justamente pela velocidade e explosão dentro de campo. Ainda no Tricolor Suburbano, o garoto ganhou a sua primeira convocação para a seleção brasileira sub-20. A estreia como profissional, quando ainda tinha 17 anos, foi justamente contra o Flamengo. 

Rodrigo Muniz

Rodrigo chegou ao Flamengo em 2018, depois de se destacar na Copa São Paulo com a camisa do Desportivo Brasil. Com faro de gol, o jogador deixou de atuar como segundo atacante e passou a ser um homem de área, de mais referência. No início do ano, ganhou algumas oportunidades no profissional e anotou seu primeiro gol na equipe principal contra o Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca. Muniz é muito bem avaliado no clube e visto como um atleta de personalidade, apesar da pouca idade. 

Natan

Capitão do sub-20 do Flamengo, Natan é outro jogador de muita personalidade. O garoto começou a jogar futebol como lateral, mas foi deslocado para a zaga assim que pisou no Ninho do Urubu. Alto, técnico e apesar de ser canhoto, sabe usar bem a perna direita, algo difícil entre os zagueiros canhotos. Outro ponto forte de Natan é a bola área, é difícil perder uma disputa pelo alto.