Arthur rompe com Barcelona de vez: do 'quero ficar' para o 'não jogo mais'

Comentários()
O jogador não apareceu no centro de treinamentos e não deve mais vestir a camisa do clube

Já negociado com a Juventus, Arthur vive momentos delicados dentro do Barcelona. A relação entre o meia e o clube está cada vez pior e, nesta segunda-feira (27), mais um capítulo foi adicionada à história. 

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN com um mês grátis!

O jogador foi o único do elenco a não aparecer na Cidade Esportiva, centro de treinamentos do Barcelona, nesta segunda-feira (27), para a realização do teste de coronavírus Covid-19 - mesmo entre aqueles que não vão disputar a Liga dos Campeões pelo clube. Conforme apurado pela Goal, o motivo da ausência é que Arthur está no Brasil e não pretende mais vestir a camisa do clube antes de se apresentar à Juventus na próxima temporada.

A decisão tomada por Arthur, de forma unilateral, deve lhe render alguma punição do Barcelona, que enxerga um descumprimento do código de ética por parte do jogador, que excedeu sua folga ao viajar para fora da Europa sem autorização, em meio à pandemia.

O clube, que esperava contar com o meia até o momento em que seu contrato for rescindido, após a disputa da Liga dos Campeões, já sinalizou que vai aplicar as medidas cabíveis no caso, entendendo a viagem como um ato de rebeldia por parte de Arthur. Mesmo assim, o meia deve seguir no Brasil até ser convocado pela Juve.

Este é apenas mais um dos capítulos desta reta final da passagem de Arthur pelo Barcelona. Desde que assinou o contrato com o clube italiano para as próximas temporadas, o nome do jogador foi sumindo gradativamente dos planos de Quique Setién, até o ponto em que uma câmera flagrou o meia bocejando durante o jogo contra o Osasuna, enquanto estava  no banco de reservas. No último jogo da La Liga, inclusive, Arthur pediu para ficar de fora, alegando um desconforto no tornozelo.

Mais artigos abaixo

Vale lembrar que, no início, Arthur sequer queria deixar o clube, que o pressionou a aceitar a Juve para conseguir fechar um acordo com Miralem Pjanic. Os italianos não queriam negociar seu jogador a menos que o brasileiro fosse envolvido nas tartativas e, depois de muita insistência, o meia finalmente cedeu. E agora, depois de tanto tentar não ser negociado pelo clube, o que Arthur mais está querendo é deixar o Camp Nou de vez. 

A punição do jogador deve ser justamente o que ele está querendo, o afastamento pelo resto da temporada, que para o Barcelona signifca a disputa da segunda partida das oitavas de final da Champions e, se tiver um resultado positivo, avançar na competição. Sem o brasileiro, Setién terá apenas três meias para a partida contra o Napoli: Ivan Rakitic, Sergi Roberto e Frenkie de Jong.

Fechar