Trio de ataque da Inglaterra recebe elogios de Southgate: "devem se orgulhar"

Comentários()
Getty Images
A bela vitória de 3 a 2 sobre a Espanha pela Liga das Nações foi possível graças ao trio formado por Harry Kane, Raheem Sterling e Marcus Rashford

Com um resultado brilhante conquistado contra a Espanha na última segunda-feira (15), fora de casa, a Inglaterra vislubra não só a classificação na UEFA Nations League, como também a afirmação de uma geração que já havia surpreendido na última Copa do Mundo, na Rússia. Safra essa que conta com jogadores como Raheem Sterling, Harry Kane e Marcus Rashford, todos com atuações de luxo em Sevilla.

O desempenho do trio de ataque, é claro, agradou o técnico Gareth Bale, que não mediu palavras para elogiar seus atletas.

“Eles deveriam ficar imensamente orgulhosos de suas performances”, disse o técnico inglês, em falas publicadas pelo Four Four Two. “Nós conversamos com os atacantes em particular antes do jogo, para lembra-los de quem eles são, e os três estiveram espetaculares, causando todos os tipos de problemas na partida, uma grande ameaça”.

A Espanha confiava em uma vitória para garantir sua vaga na fase seguinte do torneio, mas viu seus planos praticamente ruírem ainda no primeiro tempo, quando os britânicos abriram 3 a 0 no marcador. Sterling estreou sua conta de gols pela seleção marcando dois no duelo, e Kane desempenhou um papel importante como o líder do grupo.

A seleção espanhola retrucou no segundo tempo com dois gols feitos por Paco Alcacer e Sergio Ramos, mas não coneguiu superar o feito dos visitantes.

“A formação em 4-3-3 nos ajudou a pressionar melhor, mas ainda é necessário ter jogadores para receber a bola sob pressão”, acrescentou Southgate. “Se conseguir superar a pressão do começo do jogo rapidamente, você se torna uma ameaça. As finalizações foram excelentes. Estou muito feliz e agora temos que continuar construindo”.

Com quatro pontos em três jogos, o English Team ocupa a segunda colocação no Grupo 4 da Liga A na Nations League, e enfrenta a Croácia no dia 18 de novembro, em casa, para ainda tentar a classificação. Antes disso, porém, o time de Gareth Southgate recebe os Estados Unidos para um amistoso em Wembley, no dia 15.

Fechar