Santos acende alerta para evitar surto de Covid-19 antes da decisão da Libertadores

Time já perdeu três jogadores por causa da doença nos últimos jogos; Marinho é um dos poucos que nunca testou positivo

O Santos entrou em modo alerta total para evitar que a Covid-19, responsável por tantas tragédias em todo o mundo, seja responsável por cortar do time nomes essenciais no momento mais importante dos últimos anos. A ideia é que o CT Rei Pelé seja uma "bolha" a partir deste final de semana até a final da Libertadores da América.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Planejado já há algum tempo, o sistema foi visto como essencial após um influencer ter acesso ao elenco na sexta-feira, em Santos, motivando até uma nota oficial do presidente Andrés Rueda reconhecendo falha na segurança. A avaliação interna é que perder atletas com Covid-19 após episódios como esse seria um baque quase irrecuperável na credibilidade da gestão.

Mesmo com o surto que acometeu o elenco na época da eliminação da Copa do Brasil, contra o Ceará, alguns titulares ainda não foram acometidos pela doença e seguem vulneráveis. O principal dele é o atacante Marinho.

Além dele, o lateral esquerdo Felipe Jonatan, que cresceu bastante de produção na reta decisiva da Libertadores da América, é outro que poderia complicar e muito a formatação do time em uma decisão. Seu reserva, Wagner Leonardo, é zagueiro de origem.

Mais artigos abaixo

Os problemas com o vírus seguem presentes no dia a dia do clube, com o goleiro John e o próprio Wagner Leonardo, conhecido como Palha, perdendo o jogo da volta diante do Boca Juniors por causa de testes positivos para a Covid-19.

Anteriormente, Soteldo não conseguiu atuar nem na ida nem na volta das quartas de final contra o Grêmio, em ausência que deixou arrepiada a comissão técnica, mas acabou não surtindo efeito dentro de campo.

O último da lista foi o volante Alison, que testou positivo antes da partida contra o Botafogo, no final de semana, e deve se recuperar a tempo de jogar a final. A partir de agora, porém, um teste positivo é ausência certa na decisão.

Fechar