Notícias Placares ao vivo
Copa do Mundo

Sampaoli: de um 04 de julho a outro

21:09 BRT 04/07/2018
Jorge Sampaoli Argentina Nigeria Group D 2018 World Cup
Em 2015, o técnico viveu sua maior conquista esportiva: ganhou a Copa América com o Chile. Em 2018, sua maior desilusão.

Três anos da vida de um treinador podem equivaler a dez ou mais em qualquer outra profissão. Em três anos exatos, Jorge Sampaoli passou de receber a maior quantidade de elogios possíveis para a maior quantidade de críticas imagináveis.

Em 04 de julho de 2015, a equipe chilena comandada por ele se consagrava campeã da América pela primeira vez na história. Já neste 04 de julho de 2018, a seleção argentina da vez não consegue digerir a frustração de ser eliminada do Mundial - e nem o técnico sabe se continuará no comando da Albiceleste.


(Foto: Getty Images)

Naquele 04 de julho de 2015, com uma geração de ouro de jogadores chilenos, La Roja sul-americana venceu nos pênaltis a final contra a equipe argentina, dirigida na época por Gerardo Martino.

Foi a coroação de um processo histórico iniciado por Marcelo Bielsa, continuado por Claudio Borghi, e o começo de um sentimento: o Chile podia ganhar e também ser a maior equipe do continente. Em 2016, já com Juan Antonio Pizzi no cargo, voltaram a repetir a consagração.

O que será que mudou daquele Sampaoli de 2015 para o de 2018?